Marketing01/12/2016 às 10h19

AondeConvem espera alcançar 13 milhões de usuários no Brasil em 2017

Fernando Paiva

O AondeConvem é um agregador de encartes de lojas georreferenciadas, com acesso através de app (Android, iOS), site móvel ou web. De origem italiana, tem uma versão para o Brasil no ar desde 2013 e conta hoje com 7 milhões de usuários ativos mensais (MAUs, na sigla em inglês) por aqui. Sua meta é atingir 13 milhões em 2017 e superar 30 milhões em 2020 no País. A missão está a cargo de seu novo CEO para o Brasil, Clineu Martins Júnior.

"O AondeConvem é um veículo de mídia no qual o consumidor encontra qualquer comunicação do varejo ou de determinado produto que de alguma maneira o leve a economizar tempo e dinheiro", explica.

Os encartes disponíveis são versões digitalizadas dos tradicionais folhetos impressos. Há material das mais variadas categorias de produtos, desde eletroeletrônicos até perfumes e meias. O consumidor pode clicar em cada um e ler com mais detalhes, assim como ser direcionado para a loja mais próxima daquele anunciante – são 136 mil pontos de venda cadastrados em seu sistema. O usuário é também convidado a informar quais as suas categorias de produtos preferidas e conceder autorização para o recebimento de mensagens push com promoções delas. A empresa tem hoje 3 milhões de opt-ins no País.

O engajamento dos brasileiros com a plataforma impressiona. De cada 10, 4,8 permanecem com o app instalado por mais de um ano, índice de retenção alto para a média dos aplicativos móveis. Além disso, registra 10 milhões de encartes lidos por mês com uma média de 2,5 minutos de leitura por encarte.

Os anunciantes podem programar o envio de mensagens push por geolocalização, para impactar consumidores quando estiverem próximos a suas lojas. A proposta do AondeConvem é exatamente levar consumidores para dentro das lojas físicas, ou seja, tirá-los do digital e levá-los para o mundo físico. Tendo o centro das lojas marcado em seu mapa, a plataforma consegue informar quantas das pessoas impactadas efetivamente entraram nos estabelecimentos e quanto tempo ficaram lá dentro. Também pode enviar mensagens para quem já está dentro das lojas, sem a necessidade de hardware extra, como beacons. "Os beacons demandam a instalação de um hardware novo, o que significa fazer manutenção etc. E as pessoas precisam baixar o app. Beacons funcionam bem em pequena escala, mas para milhões de consumidores é complicado. Talvez no futuro funcione...", compara Martins.

Modelo de negócios

A AondeConvem tem hoje 35 clientes no Brasil, entre empresas de pequeno, médio e grande porte, incluindo Walmart, Extra, Fiat e Casa & Vídeo. Ela não cobra pelo disparo das mensagens, que fica sob a sua responsabilidade. A monetização é por leitura de encarte. Em troca, fornece informações de inteligência de negócios para seus anunciantes, como quantas pessoas leram seu encarte; por quanto tempo; quais páginas foram mais visualizadas; quantas pessoas foram levadas para dentro das lojas e quanto tempo passaram lá; dentre outros dados.

Para ficar mais conhecida e atingir a meta de praticamente dobrar sua base de usuários ativos mensais em 2017 a AondeConvem lançou recentemente uma campanha na TV aberta. Outra novidade é que a plataforma começará a ter também comerciais em vídeo, além dos encartes.