Fórum Mobile+ 201704/09/2017 às 19h11

Fim das máquinas de POS está distante, acreditam especialistas

Henrique Medeiros

Durante o painel que discutiu a transformação da máquina de POS, nesta segunda-feira, 4, no Fórum Mobile +, os executivos de empresas de máquina de cartão debateram um possível fim das máquinas de mPOS.

De acordo com Cristiano Porto, COO da Pax, esse movimento já existe com uma possível substituição das maquininhas por smartphone ou tablet, no entanto, o desaparecimento deve demorar, uma vez que tanto o consumidor como o comerciante precisam se acostumar com as novas tecnologias.

Por outro lado, o diretor de desenvolvimento de negócios da SumUp, Leonardo Vieira, cita três fatores que podem evitar o desaparecimento da máquina de POS: a infraestrutura por trás do negócio, que garante a segurança a todos os participantes (emissores, adquirente, bandeira, estabelecimento e cliente); uma possível lentidão para aderir às novas plataformas de pagamentos; e o aceite universal de uma nova forma de pagamento.

“No final do dia, a máquina de POS serve para garantir a segurança da informação nas transações. É quase um tabu na segurança ir para algo extremamente inovador”, frisou o diretor da SumUp. “Mas eu acredito que a barreira de migração para uma nova plataforma é muito maior. Tem um outro desafio que é a universalização de aceitação”.

Por sua vez, Daniel Bergman, CEO da iZettle, vê a transformação do mPOS em uma plataforma one-click-shop como solução para a máquina não desaparecer, agregando no dispositivo aplicações que ajudem o comerciante a controlar suas vendas, entrada de ativos e fluxo de caixa, por exemplo.

Notícias relacionadas