Pagamentos móveis04/10/2017 às 19h18

Correios vão se tornar canal de pagamento para contas digitais

Fernando Paiva, de Belo Horizonte*

Os Correios vão se tornar um canal de pagamento para carteiras digitais. Qualquer pessoa que for a uma das mais de 6 mil agências próprias dos Correios espalhadas pelo País poderá realizar um pagamento/depósito para um usuário de uma conta digital: basta informar o CPF dele. O caixa dos Correios emite um comprovante e o dinheiro entra na conta digital do beneficiário dentro de dois dias úteis.

A solução se chama Pague.MOBI e foi desenvolvida pela start-up mineira conta.MOBI, que será a primeira a adotá-la para os usuários da sua conta digital, que é voltada para microempreendedores. A partir de agora, eles podem sacar ou depositar dinheiro em suas contas em qualquer agência dos Correios assim como fornecer seu CPF para que seus clientes realizem pagamentos nesses estabelecimentos. Do beneficiário é cobrada uma tarifa de R$ 5,99 por transação, mas a expectativa é de que o preço caia para próximo de R$ 3 no futuro, com o ganho de escala. Na prática, a solução é uma alternativa para microempreendedores que têm uma presença online mas não capital ou conhecimento técnico para adotar um gateway de pagamento digital. Em vez de integrar seu site a um desses gateways, o vendedor simplesmente divulga seu CPF em seu site, ou página do Facebook, ou Instagram etc.

Para sacar dinheiro de sua conta digital nos Correios, os clientes da conta.MOBI geram um cupom digital dentro do app do serviço com um token único que deve ser apresentado ao caixa da agência junto com seu CPF e um documento com foto. Trata-se de uma dupla validação, online e offline.

O pagamento por CPF para clientes da conta.MOBI nas agências dos Correios está disponível desde já somente no estado de Minas Gerais. Em outubro, será a vez das agências do estado de São Paulo. Em novembro, o serviço chegará a Rio de Janeiro, Espírito Santo e Paraná. E em dezembro, Bahia, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Esses primeiros estados concentram hoje 75% dos microempreendedores do Brasil. Depois, em janeiro, o serviço será expandido para o restante do País.

API aberta

Cabe destacar que a conta.MOBI abrirá a API para uso gratuito pelo resto do mercado daqui a seis meses. Ou seja, qualquer outra empresa de conta digital, se quiser, poderá oferecer a seus clientes saque, depósito e pagamento através de agências dos Correios. Há diversos apps de carteira digital em operação no País, como PicPay, PayPal, Banco Neon etc. “Queremos que o mercado de contas digitais no Brasil possa se desenvolver de verdade”, diz Ricardo Capucio, CEO da conta.MOBI.

Representantes dos Correios, da Mastercard e da Visa compareceram ao evento de lançamento do Pague.MOBI em Belo Horizonte nesta quarta-feira, 4. Eduardo Abreu, diretor de novos negócios da Visa, elogiou a iniciativa: “É uma quebra de barreira importante, pois inclui a população desbancarizada de forma moderna, unindo o digital e o fisico.”

Correios

“O maior ativo dos Correios é essa capilaridade, sua rede de agências. Estamos presentes em 5.470 municípios com mais de 6 mil agências próprias e 1 mil franqueadas, além de 4,5 mil agências comunitárias. Mas esse ativo tem um custo e precisa ser rentabilizado. Os Correios entraram nessa parceria (com a conta.MOBI) com essa finalidade. Se ganhar volume e escala, vai proporcionar uma excelente remuneração”, explicou Cristiano Barata, vice-presidente de canais dos Correios.

*Fernando Paiva viajou a Belo Horizonte a convite da conta.MOBI