Comércio móvel04/11/2015 às 20h11

Mobile responde por 19% das vendas de e-commerce no Brasil no terceiro tri

Da Redação

Os dispositivos móveis (smartphones e tablets) responderam por 19% das vendas do comércio eletrônico no Brasil no terceiro trimestre, informa relatório elaborado pela Criteo. Essa participação representa um crescimento de 5 pontos percentuais em relação ao segundo trimestre, quando mobile respondeu por 14% do total. No mundo, a média móvel foi de 35%. A expectativa da empresa é de que a participação de dispositivos móveis no e-commerce mundial chegará a 40% no quarto trimestre. O relatório analisou dados de mais de 3 mil varejistas virtuais e sites de viagens do mundo que somam 1,4 bilhão de transações e US$ 160 bilhões em vendas por ano.

A participação dos smartphones sobre o total das vendas móveis vem crescendo no Brasil. Havia sido de 65% no primeiro trimestre, passou para 73% no segundo e agora chegou a 77%. O estudo constatou também que a maioria das compras digitais foram precedidas de pesquisas em outros aparelhos. No Brasil, a pesquisa em outros devices aconteceu em 55% das vendas feitas em desktops; em 60% daquelas feitas em smartphones; e em 59% daquelas em tablets.

Apps

A Criteo verificou também que apps geram resultados melhores que sites móveis, pelo menos entre varejistas que apostam nesse canal móvel. Considerando apenas os casos de varejistas "comprometidos com apps", a conversão em aplicativos é 3,7 vezes maior que aquela em sites móveis e o tíquete médio foi de US$ 116, maior que o registrado em computadores (US$ 100) e em sites móveis (US$ 91). Foram classificados como varejistas "comprometidos com apps" aqueles em que pelo menos 25% das suas transações de e-commerce foram móveis e, destas, mais de 10% vieram de apps.