Fórum Mobile+ 201705/09/2017 às 20h38

Senhas não vão desaparecer dos pagamentos tão cedo, dizem especialistas

Henrique Medeiros

As senhas não vão desaparecer tão cedo. Este é um consenso entre especialistas do setor de pagamentos eletrônicos, mesmo com o aparecimento de novas soluções de biometria a cada dia. Para Maurício Cabreira, gerente de soluções digitais da OT-Morpho na América Latina, as senhas ainda vão coexistir um bom tempo com a biometria como um segundo fator de segurança, em especial por não terem amplo consenso de aceitação.

O tema ainda foi comentado por Guilherme Martins, gerente de vendas da Vasco Data Security. Para o executivo, a questão é que as empresas não podem apenas depender da biometria e que ela será usada como uma solução complementar para confirmar um pagamento.

Cabrera destaca a íris como sendo a mais segura entre as opções de autenticação biométrica. “Impressão digital, facial e íris são as que podemos usar hoje. A mais segura é a íris, que não muda com o passar do tempo. Porém nem todos os telefones têm essa tecnologia. Depois é a impressão digital e a facial, mas essas duas precisam fazer recadastramento eventualmente”, completa o executivo.

Cabreira e Martins participaram do 10º Fórum Mobile+ nesta terça-feira, 5, em São Paulo.