Segurança06/04/2018 às 17h45

Novo Golpe do FGTS teve mais de 70 mil acessos em menos de 24 horas

Da Redação

Um novo golpe por WhatsApp atingiu mais de 70 mil pessoas em menos de 24 horas. A ação dos criminosos digitais usa como artifício uma falsa mensagem da Caixa Econômica Federal. De acordo com o dfndr lab da PSafe, que descobriu e evitou que os usuários caíssem no golpe por meio do app dfndr security (Android), a ação é similar a outra feita por hackers em março de 2017. Na época, a equipe de segurança da empresa registrou mais de 360 mil acessos ao link do golpe.

No texto atual, o usuário é convidado a clicar em um link para ver a lista de beneficiários, confirmar se o seu nome está lá para efetuar um saque de R$ 1,9 mil. Eles fazem uma ressalva que apenas pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2018 podem pegar o crédito. Ao entrar no link malicioso, a vítima responde se “é maior de 18 anos” e se “está registrada (na CLT)”. Em seguida, independentemente das respostas, a pessoa é direcionada para uma suposta página que daria acesso ao benefício, mas, na verdade ele está autorizando um cadastro em serviço de SMS pago. Ao contratar o serviço, o usuário pode gerar cobranças abusivas e sem o consentimento do usuário.

O golpe digital utiliza também de engenharia social para conseguir mais vítimas. Como falsos perfis dizendo que conseguiram o dinheiro, além de pedir para que cada vítima encaminhe a mensagem para amigos.

Em nota, a Caixa Econômica Federal lembra que não envia mensagens (e-mails, spam, WhatsApp, sites falsos ou por telefone) sobre saques a contas vinculadas ao FGTS. Para buscar informações corretas e orientações de segurança, o correntista deve se dirigir ao site ou agências bancárias. E, se desejar ter acesso às informações do FGTS, é aconselhável baixar o app do FGTS (Android, iOS, Windows Phone) ou entrar em contato pelo telefone 0800 726 0207.