Lojas de aplicativos09/04/2018 às 18h27

App Store e Google Play batem recorde em faturamento trimestral: US$ 18,4 bilhões

Da Redação

As lojas de aplicativos oficiais do Android e do iOS, respectivamente, Google Play e App Store, somaram US$ 18,4 bilhões em faturamento no primeiro trimestre deste ano. Trata-se de uma receita trimestral recorde na história do ecossistema de apps móveis, com um crescimento anual de 22%. Os números são estimativas da App Annie e consideram apenas a receita com downloads pagos e com vendas in-app. Não são computadas receitas oriundas de fora dos sistemas de billing das duas lojas, como publicidade móvel, vendas de apps de m-commerce e serviços O2O, como Uber.

Do faturamento total das duas lojas, aproximadamente dois terços vieram da App Store e um terço, da Google Play. Mas a loja de apps Android está gradativamente reduzindo a diferença para com a rival em faturamento: a receita da Google Play aumentou 25% em um ano, enquanto a App Store registrou crescimento de 20% no mesmo intervalo. Agora, o faturamento da loja da Apple é 85% maior que a da Google Play.

Os mercados que lideraram o crescimento em participação na receita da App Store foram EUA, Reino Unido e Alemanha, nesta ordem. Na Google Play, os maiores ganhos em share de faturamento foram registrados nos EUA, no Japão e nas Filipinas.

Recorde em downloads

O volume de downloads também foi recorde no trimestre. As duas lojas somaram 27,5 bilhões, 10% a mais que no mesmo período de 2017. Na Google Play foram 19,2 bilhões de downloads e na App Store, 8,2 bilhões. São computados apenas downloads iniciais. Ou seja, não contam reinstalações ou atualizações.

Os mercados que mais ganharam share em downloads na App Store foram EUA, Rússia e Turquia. E na Google Play, Índia, Indonésia e Brasil, segundo a App Annie.

Notícias relacionadas