Gestão09/05/2018 às 21h29

Facebook passa por mudanças e cria unidade de blockchain

Fernando Paiva e Isabel Butcher

Nesta quarta-feira, 9, o Facebook anunciou uma dança das cadeiras em seus escritórios. Foi a maior organização gerencial da corporação desde sua fundação. A empresa também informou que vai criar uma divisão de blockchain com David Marcus, ex-líder do Facebook Messenger. Mark Zuckerberg continua como CEO da companhia norte-americana.

Marcus já foi CEO do PayPal e entende de mercado financeiro, já tendo feito parte do conselho da casa de câmbio de moedas digitais Coinbase.

As mudanças também afetam outras divisões da corporação. O diretor de produtos do Facebook Chris Cox é agora o supervisor de todos os aplicativos da empresa, que incluem Instagram, WhatsApp, Messenger e o próprio Facebook. O ex-líder do feed de notícias Adam Mosseri será o chefe de produto do Instagram, substituindo Kevin Weil, que se juntará a Marcus na unidade de blockchain.

Chris Daniels, anteriormente encarregado da iniciativa Internet.org, responsável por expandir a conectividade em países em desenvolvimento, assumirá o comando do WhatsApp após a saída de Jan Koum, cofundador da ferramenta, que anunciou sua saída em abril.

Blockchain contra fake news

Não foram revelados ainda detalhes de como o Facebook pretende usar blockchain. Mas o recurso poderia servir, por exemplo, para rastrear a disseminação de conteúdo, o que seria uma importante arma contra a distribuição de notícias falsas. Mobile Time publicou um artigo sobre o assunto em março passado, que pode ser lido aqui.