CES 201810/01/2018 às 18h58

Alexa e Google Assistant disputam espaço em dispositivos na CES 2018

Samuel Possebon, do Teletime

A CES 2018, principal encontro de tecnologia de consumo dos EUA, tem sido o evento dos assistentes pessoais. Praticamente todos os grandes lançamentos estão acompanhados de algum grau de integração com Amazon/Alexa e Google Assistant. E Bixby no caso dos produtos da Samsung. De caixas de som e fones de ouvido a sistemas multimídia para carros, passando por eletromésticos, televisores, sistemas de segurança doméstica e wearables, é incontável o número de produtos integrados com Alexa (maioria) e Google anunciados no evento, e a quantidade de palestras e debates que falam sobre a integração destas plataformas aos diferentes dispositivos.. O evento tornou a cidade em um grande outdoor do Google. Praticamente todos os painéis de publicidade de rua estão com material do Google Assistant, também espalhado em diversos locais dos vários pavilhões de exposição.

Mas qual o sentido dessa briga? Por que é tão importante para as duas gigantes de Internet estarem "embarcadas" em tantos dispositivos? Porque estas plataformas de assistência por voz tendem a ser o hub de integração e comando dos dispositivos conectados e de IoT. É como se Google Assistant e Alexa brigassem para ser o "sistema operacional" do ambiente das casas conectadas.

Super Bots Experience

As oportunidades no mercado brasileiro para assistentes pessoais virtuais e chatbots são alguns dos temas que serão discutidos no Super Bots Experience, seminário organizado por Mobile Time cuja quarta edição acontecerá nos dias 8 e 9 de agosto de 2018, no WTC, em São Paulo. A compra antecipada de ingressos já está aberta, com deconto de 30%.