Artigos11/04/2018 às 11h29

6 pontos essenciais no desenvolvimento para iOS e Android

Gustavo Torrente, da Quaddro

O mundo dos smartphones está dividido entre Android e iOS. Existem sim outras plataformas, mas segundo uma recente pesquisa divulgada pelo Gartner, 99,9% dos novos aparelhos são Android ou iOS. Para o desenvolvedor, esse é um dado importante, pois pode definir seu futuro profissional.

Escolher entre ser especialista em apps para Android (responsável por 85,9% dos novos smartphones) ou iOS (que possui uma rentabilidade consideravelmente maior) é um passo importante na carreira. Mas a verdade é que existem alguns pontos em que todos os desenvolvedores precisam estar atentos, independente do sistema. São itens essenciais, que mudam a percepção do usuário e ajudam o app a se destacar entre os constantes lançamentos. Confira nossa lista e perceba que independente de ser mais fã da Apple ou do Google – algumas regrinhas são universais.

1 - Resolva um problema da vida real

Quando for pensar na ideia do seu aplicativo, procure inspiração nas questões do dia a dia. E se existisse uma maneira mais rápida de contratar um serviço, chamar um carro, ou pedir comida? Apps de sucesso como iFood e Uber surgiram a partir desse pensamento. Observe sua rotina e a das pessoas a sua volta e tente resolver um de seus problemas com o seu novo app.

2 - Garanta a usabilidade

Se uma pessoa instala um novo aplicativo mas não entende logo de início como ele funciona, provavelmente ela vai desistir. Segundo o Google, 25% dos apps são usados uma única vez antes de serem apagados do aparelho. Para não fazer parte dessa estatística, coloque o mínimo possível de etapas no funcionamento e garanta que ele responda de forma clara todas as ações do usuário.

3 - Faça um app ágil

Cinco segundos. Esse é o tempo que as pessoas consideram aceitável para um app abrir. A agilidade é algo muito importante, pois as pessoas não têm muita paciência e desistem do app em pouco tempo se ele não entregar rapidamente o que o usuário está pedindo.

4 - Seu uso precisa ser instintivo

Quando você vê um símbolo de lixeira na tela, o que entende? Que é uma ação para apagar algo. Este é um símbolo que se tornou universal e já faz parte da cultura da Internet. Aproveite este conhecimento e utilize os símbolos universais para tornar a usabilidade ainda mais instintiva. Quando se deparam com o novo, as pessoas sempre buscam alguma familiaridade, com a tecnologia não é diferente.

5 - Seja objetivo

As pessoas não têm tempo. Ser direto, e passar apenas as informações que o usuário realmente precisa, ajuda o app a ser mais assertivo e rápido. Cuidado com o excesso de animações e textos. Foque naquilo que é realmente essencial e que atenda ao pedido do seu usuário.

6 - Valorize a funcionalidade

Independente do objetivo do aplicativo, ele precisa funcionar sempre. Bugs, lentidão ou processos muito longos são mal vistos pelos usuários, que desistem e optam por outra solução. Evite interfaces complicadas ou programações que interrompam a atividade do usuário

As dicas acima são válidas para o desenvolvimento em qualquer plataforma. Sabemos que iOS e Android têm usuários com perfis diferentes, mas esses são itens valorizados por qualquer pessoa. Mantenha o foco nessas dicas e boa sorte!

Gustavo Torrente é S&M Manager da Quaddro