Cebit 201811/06/2018 às 07h41

PSA terá plataforma de IoT para veículos com a Huawei

Henrique Medeiros, de Hannover*

A Huawei fechou uma parceria com a PSA Groupe (Peugeot, Citröen e Opel) para ser a provedora de Internet das Coisas para veículos, em um novo segmento chamado Internet of Vehicles (IoV). Com um investimento de algumas centenas de milhões, a ideia da montadora francesa é criar a plataforma Connect Vehicle Modular Platform (CVMP), através da tecnologia da firma chinesa, para conectar mais de 4,5 milhões de carros e seus motoristas até o final de 2020.

“Digitalização e comunicação estão mudando os nossos hábitos”, ressaltou Jean Leflour, vice-presidente da divisão de veículos conectados da PSA. “Para alcançar o próximo nível de nossa escala, ser uma provedora de tecnologias móveis, nós escolhemos trabalhar com a Huawei no lançamento desta plataforma”.

Questionado por Mobile Time sobre o motivo para ter escolhido a Huawei, Leflour explicou que a solução de sua parceira chinesa tem mais “escalabilidade” e que, embora tenha cogitado outras companhias para o CVMP, ele teve que considerar a “tecnologia e o preço”.

Foco em mobilidade

Na plataforma, a PSA oferece seis serviços: ligações de emergência, compartilhamento de carros privados, locação de carros, gerenciamento de frota, infoentretenimento e serviços baseados em localização e serviços de manutenção avançados. Inicialmente, dois apps entram no sistema da companhia, o Koolicar (aluguel de carros) e o Travelcar (estacionamento em aeroporto e compartilhamento de carros). Posteriormente, outros serviços - como seguros - também serão adicionados ao sistema.

Até julho, todos os carros conectados da PSA na Europa devem migrar para CVMP. Atualmente há 1,3 milhão de veículos conectados na base da fabricante. Antes da parceria anunciada nesta segunda-feira, 11, durante a pré-abertura da Cebit em Hannover, Alemanha, a Huawei e a montadora trabalharam no lançamento do DS 7, um carro conectado para consumidores na China e na Europa.

Para o mercado chinês, a ideia é que a plataforma chegue em março do próximo ano. Sobre a América Latina, Leflour disse que ainda não há previsão de lançamento. O contrato entre Huawei e PSA dura cinco anos e pode prover conexão para até 48 milhões de carros.

Estratégia

A tecnologia apresentada pela Huawei junto à fabricante de carros faz parte de uma nova estratégia da empresa voltada ao setor automotivo, a Ocean Connected IoV. Nela, uma montadora pode ter dados de seus clientes na nuvem (pública ou privada), atualizar o sistema over-the-air (OTA), conectar todos os carros em uma única nuvem, colaborar com outros sistemas de veículos para tudo (V2X) e ajudar essas empresas a monetizarem com dados e serviços.

“É uma plataforma completamente conectada para montadoras”, explicou Michael Ma, presidente da divisão de produtos de cloud da Huawei. “Teremos tudo conectado. Pessoas, carros, veículos, estradas. Para isso precisamos entregar uma forma segura de transporte que integre a sociedade”.

Questionado se a tecnologia depende de conectividade 5G, Ma disse que não. Inclusive, acentuou que funciona em redes 2G, porém, com a entrada do 5G, uma plataforma como o CVMP terá menor latência, algo que ajuda na conexão para o ecossistema do V2X. Além da PSA, a Huawei possui parcerias estratégicas com China FAW e Guangzhou Automobile Group.

 

* O jornalista viajou a convite da Huawei