Mercado13/06/2017 às 16h22

Verizon completa aquisição da Yahoo por US$ 4,5 bilhões; Marissa Mayer deixa empresa

Henrique Medeiros

A Verizon concluiu a compra da Yahoo por US$ 4,48 bilhões nesta terça-feira, 13. Com a aquisição, a companhia será fundida à AOL, criará uma nova gigante da mídia chamada Oath e será administrada por Tim Armstrong, ex-CEO da AOL. Com a entrada de Armstrong, a CEO da Yahoo, Marissa Mayer, renunciou ao cargo.

Em uma postagem no Tumblr, Mayer compartilhou o e-mail que enviou aos funcionários cujo título era 'Nostalgia, Gratidão e Otimismo': “Olhando para trás no meu tempo no Yahoo, enfrentamos desafios de negócios aparentemente insuperáveis, juntamente com muitas reviravoltas. Eu vi nossas equipes navegarem nesses obstáculos e montanhas de maneiras que não só fizeram do Yahoo uma empresa melhor, mas também nos tornaram muito mais fortes”.

Na mensagem, a executiva enfatizou seus feitos à frente do Yahoo durante os cinco anos em que esteve no comando da companhia, como o fato de ter atingindo mais de 1 bilhão de usuários na Internet, o crescimento para 650 milhões de usuários móveis ativos por mês e as melhorias em seus aplicativos, sites, e-mail e motor de busca para ficar no mesmo patamar de Google e Microsoft.

Do lado financeiro, Mayer apontou como seus feitos as últimas receitas anuais de US$ 2 bilhões com a estratégia Mavens (mobile, vídeo, nativo e social) e de US$ 1,5 bilhão com mobilidade, além das aquisições da BrightRoll e da Flurry. Mas, não menos importante, a manutenção de 122 milhões de ações da Alibaba após a sua IPO (a mais valiosa entre as empresas de tecnologia até a oferta do Snapchat em março deste ano), hoje avaliadas em US$ 9 bilhões.

“Nos últimos 5 anos nós construímos produtos que ajudaram nossos usuários, demos foco aos negócios de nossos clientes, impulsionamos o valor substancial para nossos acionistas e tentamos transformar o Yahoo em um lugar melhor para o trabalho”, completa.