Smartphones13/06/2018 às 08h07

Daqui a cinco anos haverá 1 bilhão de smartphones 5G no mundo

Fernando Paiva

A base mundial de smartphones crescerá 65% ao longo dos próximos cinco anos, passando de 4,3 bilhões para 7,2 bilhões, estima a Ericsson, em seu novo relatório sobre mobilidade. Desse total em 2023, pouco mais de 1 bilhão, ou 14%, serão smartphones 5G. O 4G responderá por pouco mais de 5 bilhões de aparelhos. E o restante da base será de modelos que acessam a rede 3G. Ao longo de cinco anos haverá um crescimento líquido de 2,5 bilhões de smartphones 4G e uma redução líquida de 590 milhões de aparelhos 3G.

Por sua vez, a base total de linhas móveis em serviço no mundo crescerá cerca de 13%, passando de 7,9 bilhões para 8,9 bilhões. Desse total, 8,3 bilhões (95%) estarão em aparelhos de banda larga móvel (5G, 4G ou 3G). O 5G, com 1  bilhão de acessos, responderá por 12% da base total de acessos móveis, enquanto o 4G terá uma participação acima de 60%, com 5,5 bilhões de acessos. O 3G seguirá em declínio e representará 20% da base global em 2023.

Em termos de usuários únicos de telefonia móvel, o crescimento será de 15% em cinco anos, passando de 5,3 bilhões para 6,1 bilhões. O aumento será puxado por mercados emergentes, especialmente Índia e países do sudeste asiático.