Marketing13/07/2017 às 18h13

Brasileiro recebe 20,7 ligações de spam por mês no celular

Henrique Medeiros

O Brasil empata com os Estados Unidos na quantidade de chamadas telefônicas de spam identificadas pelo aplicativo Truecaller (Android, iOS, Windows Phone). Com base na análise mensal das ligações recebidas pelos usuários, cada pessoa recebe em média 20,7 telefonemas de spammers. No ranking da empresa sueca, os dois países perdem apenas para a Índia, que tem uma média de 22,6 ligações de spam por mês para cada consumidor.

Quando separado por categoria, as operadoras de telefonia são aquelas que mais realizam chamadas de spams, com 33% das ligações mensais. Em seguida, aparecem empresas de cobrança com 24% e trotes com 21% dos telefonemas. O telemarketing, divisão que deu origem a diversas leis de bloqueio pelo País, surge com apenas 12%. Finalizam a lista os serviços financeiros com 10% e golpes telefônicos, com 1%.

Em São Paulo, a Lei de Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing (13.226/08) permite ao consumidor cadastrar seu número de telefone fixo ou móvel no site do Procon para não receber ligações incômodas. As empresas que desrespeitam a lei são obrigadas a pagar multa. No entanto, algumas não cumprem a norma ou burlam enviando SMS. Com isso, o usuário é obrigado a baixar apps como o Truecaller.

Nos Estados Unidos, o problema das ligações de spam é levado a sério. Um exemplo é a multa de US$ 2,8 milhões aplicada para a empresa Dialing Services por fazer ligações sem o consentimento dos usuários. A punição foi publicada pela FCC, órgão regulador das telecomunicações e radiodifusão nos Estados Unidos, na tarde desta quinta-feira, 13.