Relógios inteligentes14/02/2018 às 18h31

Apple vende mais relógios que a Suíça

Da Redação

As vendas do Apple Watch surpreenderam até mesmo a empresa californiana, chegando a 18 milhões de unidades distribuídas ao varejo em 2017, o que representa aumento de 54% se comparado a 2016. O número faz parte de uma pesquisa da Canalys.

O modelo Series 3 do relógio inteligente catapultou as vendas representando aproximadamente 9 milhões de unidades, metade do total. A performance do último trimestre foi a que elevou os números. Somente no quarto trimestre, as vendas sell-in cresceram 32% em relação ao mesmo período de 2016, totalizando 8 milhões de unidades.

De acordo com o analista que assina o relatório, Vincent Thielke, os mercados dos EUA, Japão e Austrália foram os que mais tiveram demanda, com forte abastecimento para festas de fim de ano.

Crise na Suíça

De acordo com o portal Statista, a Apple deu uma guinada em 2017 e passou a vender mais relógios do que a Suíça inteira. Porém, a virada só aconteceu no último trimestre do ano passado. Se o país inteiro vendeu 6,8 milhões de unidades de seus tradicionais relógios de marcas como Rolex e Swatch, a Apple vendeu 8 milhões no quarto trimestre. Os números, neste caso, são estimativas de dados do mercado, mas apontam uma tendência.