Gestão14/07/2017 às 16h12

Marissa Mayer é cotada para assumir o comando da Uber

Da Redação

Marissa Mayer, ex-CEO do Yahoo, está encabeçando a lista de executivos que podem se tornar CEO da Uber (Android, iOS, Windows Phone) nas próximas semanas. O nome da executiva surgiu em matéria publicada pelo New York Times nesta sexta-feira, 14, como um dos que estão sendo consideros pelo comitê de seleção, composto por cinco conselheiros da companhia.

Fontes próximas ao assunto ainda revelaram que constam na lista outros nomes de destaque do meio empresarial e tecnológico, como Susan Wojcicki, CEO do YouTube; Adam Bain, ex-COO do Twitter; Thomas Staggs, ex-COO da Disney; David Cush, ex-CEO da Virgin America; Nikesh Arora; ex-VP de negócios do Google.

O executivo que assumir o posto deixado por Travis Kalanick – ex-CEO e fundador da Uber – terá um grande desafio adiante. A percepção negativa de seus usuários triplicou, de acordo com a empresa de pesquisa cg42. Com isso, rivais como a Lyft tem tomado seu espaço no mercado dentro e fora dos Estados Unidos. Atualmente a Uber funciona em mais de 80 países.

Os motivos para a crescente percepção negativa da empresa não são poucos. A Uber tem enfrentado um processo por roubo da tecnologia de carros autônomos da Waymo, denúncia de assédio sexual, saída de conselheiro por comentário machista, uso de software para desviar das autoridades em cidades que não regularam o uso de seu app e a divulgação de um vídeo com Travis Kalanick (então CEO) discutindo com um motorista pelas taxas aplicadas por corrida na plataforma.

Notícias relacionadas