Mensageria15/12/2017 às 17h26

WhatsApp é o app mais protegido por senha adicional no DFNDR Security

Henrique Medeiros

O WhatsApp é o aplicativo cujo acesso os usuários mais buscam proteger em seus smartphones adicionado uma senha extra com a funcionalidade de "cofre" oferecida pelo app DFNDR Security (Android). De acordo com a PSafe, empresa criadora do app, 30% dos usuários brasileiros que utilizam essa função cofre incluem o app de mensageria na lista que requer a senha adicional.

Além do WhatsApp, as pessoas protegem o app de Galeria de Fotos (25%), Facebook (18%), Facebook Messenger (9,5%) e Instagram (8%). A pesquisa teve como base dados de 2 milhões de usuários do DFNDR Security no Brasil que usaram a função cofre.

Análise

Dos cinco apps que os usuários do DFNDR mais procuram proteger não há nenhum relacionado aos bancos, operadoras ou e-commerce. Apenas aplicativos de mensageria, redes sociais ou fotos. Ou seja, o usuário brasileiro está muito mais preocupado com os dados que trafegam nesses apps do que no sistema financeiro.

Cabe analisar três pontos neste cenário:

1. A vida do brasileiro passa por esses apps, e, a pesquisa do Panorama Opinion Box/Mobile Time mostra esse reflexo com o seguinte resultado: o WhatsApp é o app mais presentes nas telas dos smartphones de internautas do País, 66%.

2. Esses meios são amplamente usados pelos internautas nacionais. Aqui, vale lembrar da pesquisa da MMA, na qual 88% dos usuários disseram que preferem o WhatsApp para enviar mensagens, ante 6,5% do Facebook Messenger e 3% SMS.

3. O último ponto é a síntese das duas pesquisas e da análise da PSafe. Como o brasileiro entende que mensageria e redes sociais são importantes para troca de informações e esses apps devem ser protegidos, há um espaço enorme para empresas e marcas usarem esses. Neste caso, o Itaú saiu na frente como o primeiro banco no mundo a utilizar o modo de contas corporativas do WhatsApp.