Handsets16/02/2017 às 18h05

Asus espera queda de até 15% na receita com handsets no primeiro tri de 2017

Da Redação

A Asus espera uma queda entre 10% e 15% na receita de seu negócio mobile durante o primeiro trimestre de 2017 devido a efeitos fora de época. A informação foi compartilhada pelo CEO da empresa, Jerry Shen, durante divulgação dos resultados financeiros da empresa na última quarta-feira, 15.

Contudo, o executivo revelou que espera registrar crescimento ainda no primeiro semestre de 2017, com o lançamento de um novo portfólio de handsets. Essa próxima geração é encabeçada pelo Zenfone 4 e deve chegar entre junho e julho deste ano, segundo Shen.

Resultados do quarto trimestre de 2016

A receita total da Asus no quarto trimestre de 2016 registrou 117 bilhões de dólares taiwaneses (US$ 3,8 bilhões na conversação atual), uma queda de 5% ante o mesmo período em 2015. O lucro operacional da Asus foi de 4,7 bilhões de dólares taiwaneses, uma queda de 16% em relação ao quarto tri de 2015. E o lucro líquido foi de 4,9 bilhões de dólares taiwaneses no período, aumento de 9%.

Vale atentar que o segmento de mobilidade (smartphones, tablets e dispositivos de realidade virtual) respondeu por 20% da receita da companhia no quarto trimestre de 2016. Mesmo se juntar mobile com os 3% de produtos de Internet das Coisas (IoT), ainda não supera a proporção de PCs na receita da empresa (63%).

Participação por região

Na conferência, Shen destacou o lançamento da quarta geração de dispositivos mobile da companhia no quarto trimestre de 2016. Como resultado, o envio de novos produtos gerou crescimento da empresa no Brasil, Taiwan, Hong Kong, Filipinas, Japão, Rússia, França, Espanha e Portugal. Contabilizando todas as categorias, o principal mercado da Asus é a Europa, com 39% de seu market share no período. Ásia aparece em segundo com o mesmo percentual, 39%, e as Américas em terceiro, com 22%.