Marketing16/05/2014 às 17h43

MeSeems: novo app brasileiro para pesquisas de mercado via smartphone

Fernando Paiva

Presente o tempo todo perto do consumidor, seja no seu bolso, na sua mão ou na mesa de cabeceira, o celular é um dos melhores canais para se realizar uma pesquisa de mercado. Algumas das primeiras iniciativas dessa ordem no Brasil já foram noticiadas por MOBILE TIME, como PiniOn e Opinion Box. Agora surge mais um aplicativo móvel nacional com esse objetivo: o MeSeems, disponível para Android e iOS.

Criado por sócios egressos do mercado financeiro, o MeSeems foi pensado para explorar um mercado ainda pouco desenvolvido no Brasil. "As pesquisas on-line representam 80% do mercado de pesquisas nos EUA e 60% na Europa, enquanto no Brasil não chega a 10%. É um negócio muito promissor, especialmente via smartphone, aparelho que hoje praticamente faz parte do corpo das pessoas", diz Renato Chu, um dos sócio-fundadores da MeSeems.

A proposta do app é aplicar junto a seus usuários pesquisas criadas on-line pelos clientes. Em troca da participação, os respondentes ganham pontos que podem ser trocados por prêmios dentro da plataforma, como vale-presente na livraria Saraiva ou ingresso de cinema no Ingresso.com. O custo de uma pesquisa pelo MeSeems varia de acordo com diversos critérios, como quantidade de perguntas, filtro e tamanho da amostra. O preço, contudo, é bem mais em conta que o de uma pesquisa de campo, além da vantagem de os resultados serem disponibilizados muito mais rapidamente e o cliente poder acompanhar a realização em tempo real, pela web.

Lançado há poucas semanas, o MeSeems está em processo de construção de uma base de usuários que possa representar estatisticamente a diversidade da população brasileira, de acordo com a distribuição por faixa etária, renda, região etc. Sem grande investimento de marketing até o momento, a base de participantes vem crescendo a uma velocidade de 1 mil novos usuários a cada cinco dias. Há uma preocupação de garantir a qualidade das informações, por isso são realizadas verificações de identidade, a partir de dados pessoais, como o Facebook e o CPF do usuário. A participação é incentivada por meio de mecanismos como um ranking de pontos do app e a entrega de "troféus" virtuais, que lembram os badges do Foursquare. A plataforma foi toda desenvolvida in-house.