Internet das coisas18/05/2017 às 18h02

IoT rendeu US$ 1,3 bilhão ao Brasil em 2016

Da Redação

O mercado brasileiro de Internet das Coisas (IoT) atingiu um faturamento de US$ 1,3 bilhão em 2016. De acordo com estudo da Frost Sullivan, as indústrias de manufatura vertical e automobilística foram as mais relevantes para o segmento no País. Foram considerados objetos do cotidiano (como carros e equipamentos de cafeteria) que não exigem interface humana.

Para 2017 e 2018, a companhia espera que o setor de automóveis gaste mais em IoT, devido a novas soluções em logística e transporte. O documento ainda destaca outros setores que devem crescer até 2021 em Internet das Coisas, como o mercado de saúde para consumidores (B2C), que deve atingir a soma de US$ 610 milhões até 2020 por meio de apps, serviços móveis e dispositivos.

Para efetuar a estimativa, a Frost Sullivan considerou receita em hardware, como módulos de conectividade e outros componentes, além de programas, sistemas e serviços ligados diretamente à Internet das Coisas.