Acessibilidade18/06/2018 às 21h37

SpeakSee: sistema transcreve fala em um app e ajuda pessoas com deficiência auditiva

Da Redação

Jari Hazelebach tem pai e mãe surdos. E, apesar de afirmar que não havia grandes diferenças de sua casa para os lares de seus amigos, seus pais o inspiraram a encontrar uma solução que ajudasse pessoas com dificuldades auditivas e surdas a entender o que se diz ao redor delas. O SpeakSee é um sistema portátil de microfones inteligentes que transcrevem a fala para texto em tempo real em um aplicativo. Ele ainda é um protótipo e está no crowndfunding Indiegogo.

Hazelebach é cofundador e CEO da solução junto com Marcel van der Ven, também CTO da iniciativa. A tecnologia, desenvolvida na Holanda, usa microfones de última geração que garantem que o sistema possa captar conversas com precisão, identificar falantes diferentes e transcrevê-los em textos, em tempo real, mesmo quando há ruído de fundo. O SpeakSee também pode ser conectado a smartphones, tablets, teleconferências e televisões.

A solução conta com o SpeakSee dock, base que recebe os áudios dos microfones, via conexão wireless, processa a dinâmica convencional e envia dados de áudio para o seu dispositivo inteligente para transcrição, além de armazenar e carregar os microfones.

O aplicativo tem um design simples, como de um app de mensageria, com cores diferentes para as diferentes vozes da conversa. Cada pessoa precisa usar um microfone em sua roupa. Os microfones possuem cores diferentes para que a pessoa com deficiência auditiva possa reconhecê-los no app, que também pode mostrar os nomes das pessoas engajadas na conversa.

O dock suporta até nove microfones ligados que podem estar a até 20 metros de distância da base. A SpeakSee trabalha em parceria com outras empresas e, com isso, disponibiliza a ferramenta em 120 línguas e suas variantes, inclusive o português brasileiro.

No Indigogo a empresa aceita contribuições a partir de US$ 25. Mas, para receber o produto básico, com um microfone, é preciso tirar do bolso US$ 249. A entrega está prevista para fevereiro de 2019.