Artigo18/10/2017 às 11h21

Realidade aumentada: agora é pra valer?

Marcos Ferreira, da mobCONTENT

João, meu filho, não gosta muito de escovar os dentes, como a maioria dos bebês de sua idade. A coisa melhorou muito quando botei um fiscal. Veja neste vídeo.

O Homem-Aranha subiu na minha pia graças ao aplicativo “Holo”, um dos melhores da nova leva que se aproveita dos novos recursos do “Arkit” (Apple) e “Arcore” (Google). São sistemas que permitem a inserção de elementos em realidade aumentada de forma simples, e que trazem a promessa de que agora essa tecnologia veio para ficar.

Até então, na realidade aumentada você precisava de marcadores visuais para acionar um elemento virtual e indicar onde ele deveria ficar. Com as novas tecnologias, o aparelho cumpre três etapas:

1 — Reconhece superfícies planas aonde serão inseridos elementos virtuais através da comparação geométrica de elementos.

2 — Usa o sensor de movimento do celular para perceber que você o mexeu e manter o elemento virtual no mesmo lugar em que você o posicionou.

3 — Analisa a iluminação do ambiente para que o elemento em 3D fique compatível e menos artificial.

Outra novidade é o avanço de tecnologias de escaneamento de objetos e pessoas. A mesma empresa Holo criou um estúdio para captura de pessoas em movimento em 3D. Veja como foi a criação do holograma de Anderson Silva.

Apesar de existirem equipamentos caríssimos e elaborados, há aplicativos que prometem o escaneamento 3D de elementos parados simplesmente com o smartphone. É o caso do Trnio para iOSe o Scann3D para Android. O escaneamento não chega a ser uma novidade. O Laboratório Next, do cientista brasileiro Jorge Lopes, faz isso com fetos e corações há alguns anos, de forma pioneira (ele é um dos personagens do documentário “Pioneiros da Realidade Virtual” que a mobCONTENT produziu com o Canal Futura, que você pode assistir clicando aqui). A combinação de escaneamento com realidade aumentada sim traz um potencial explosivo.

Que tal mandar uma mensagem em 3D ao invés de enviar um áudio no whatsapp? Tudo indica que em breve teremos isso. E aí você mesmo pode substituir seu Homem Aranha e botar seu filho pra escovar os dentes.

Marcos Ferreira é CEO da mobCONTENT