Estratégia19/04/2018 às 18h02

eMotion Digital vira estúdio de start-ups e troca de nome para eMotion Studios

Fernando Paiva

A mineira eMotion Digital agora é eMotion Studios, um estúdio de start-ups. A empresa, que nasceu e cresceu como uma provedora de conteúdo para serviços de valor adicionado (SVAs), percebeu que precisava mudar de estratégia ao notar a transformação do mercado de SVAs no Brasil.

"Tínhamos parcerias com todos os grandes players de SVA em 2016. Mas naquele ano percebemos que precisávamos buscar outras coisas", relembra Fred Valente, CEO do eMotion Studios.

A empresa já tinha tido uma boa experiência com duas start-ups nascidas como linhas de negócios suas: a mLearn, de educação móvel, e a Contamobi, de serviços para microempreendedores. Então percebeu que poderia se adequar ao conceito de estúdio de start-ups, que consiste em conceber ideias, criar start-ups do zero a partir delas, e alocar profissionais para desenvolverem o novo negócio.

"Existem cerca de 300 estúdios de start-ups no mundo. Estudamos 18 deles e decidimos investir para nos estruturamos e sermos o primeiro do gênero em Minas Gerais", conta Valente.

Na nova estrutura, a empresa montou um centro de serviços compartilhados para atender as start-ups nas áreas jurídica, contábil, financeira e de recursos humanos. "Tiramos das start-ups todo o peso do trabalho burocrático. As equipes das start-ups têm tempo e liberdade para focar apenas no produto, no comercial no marketing", explica o executivo. Como parte dessa guinada estratégica, a empresa trocou de nome em fevereiro passado, passando a se chamar eMotion Studios.

Atualmente há cinco start-ups funcionando na eMotion Studios: Oinc Filmes, uma produtora e gestora de projetos de animação; Nscreen, de desenvolvimento de apps; Sisconfirme, fintech voltada para instituições de ensino; Contelli Media, produtora e licenciadora de conteúdo digital; e Hitbell, distribuidora e promotora de conteúdo digital cristão. Ao todo 100 pessoas trabalham na eMotion Studios no momento, somando essas cinco start-ups e mais a estrutura do centro de serviços compartilhados. O executivo Reinaldo Heleno atua como COO e gerente do portfólio de start-ups.

Valente espera que outras dez start-ups nasçam ao longo dos próximos dois anos dentro da eMotion Studios. E garante que o objetivo não é vendê-las no futuro, embora isso não esteja descartado.

Tela Viva Móvel

A história sobre a transformação da eMotion Digital em eMotion Studios será contada por Fred Valente no Tela Viva Móvel deste ano, no dia 14 de maio, no WTC, em São Paulo. O evento contará também com uma série de palestras sobre inovação dentro do ecossistema móvel e fora dele, mas tendo sempre o mobile como impulsionador. Entre os palestrantes estão executivos de empresas como Claro, Oi, TIM, Vivo, Wavy, Viacom, Clear Channel, McAfee, e CEOs e fundadores de diversas start-ups, como Trigg, Quinto Andar, Gazeus Games, Hi Technologies, dentre outras. A programação completa e outras informações estão disponíveis no site www.telavivamovel.com.br, ou pelo telefone/WhatsApp 11-3138-4619, ou pelo email eventos@mobiletime.com.br.