Comportamento20/12/2017 às 17h30

56% dos brasileiros com smartphone já fizeram compras in-app

Fernando Paiva

56% dos internautas brasileiros com smartphone declaram já ter realizado compras dentro de aplicativos móveis, revela a nova edição da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre uso de apps no Brasil. Isso representa um aumento significativo desde a edição anterior da pesquisa, feita em abril, quando 46% declaravam já ter feito compras in-app. Chama a atenção o aumento, no mesmo período, de 13% para 19% da proporção que afirma já ter pago pelo download de um app.

São ganhos significativos que podem ser decorrentes de fatores diversos como: 1) gradual recuperação da atividade econômica do País; 2) intensificação de campanhas de marketing em mídia de massa por parte de apps variados, que acabam estimulando o uso do smartphone como um todo (Uber, 99, iFood, PicPay, Clash Royale são alguns exemplos); 3) Facilitação de meios de pagamento em lojas de aplicativos, como vale-presente, que viabilizam a compra por parte de usuários não bancarizados.

Também precisa ser considerado o natural amadurecimento da base brasileira de usuários de smartphone. Agora mais da metade (62%) possui um smartphone há mais de três anos e 27%, entre um e três anos. Uma minoria de 11% são neófitos em mobilidade, tendo um smartphone há menos de um ano.

Por outro lado, a volatilidade dos apps no smartphone brasileiro aumentou, o que é um reflexo desse crescente engajamento do usuário nacional com o seu aparelho e do problema da pouca memória para armazenamento, o que provoca uma espécie de "dança das cadeiras dos apps", com a constante desinstalação de títulos para dar lugar à instalação de outros. 38% dos entrevistados declaram que a última vez que instalaram um app foi há menos de 24 horas e 34% desinstalaram um app pela última vez também há menos de 24 horas. Na pesquisa anterior, seis meses atrás, esses percentuais eram menores: 32% e 31%, respectivamente. A frequência é maior entre os usuários mais jovens e de menor renda.

A pesquisa apurou também quais são os aplicativos mais comuns na tela inicial do smartphone brasileiro, além de diversos outros aspectos sobre seu comportamento com smartphones, como o acesso a jogos móveis e a serviços pagos de entretenimento móvel.

O relatório integral está disponível para download gratuito no site www.panoramamobiletime.com.br. Para esta edição foram entrevistados 1.987 brasileiros que acessam à Internet e possuem smartphone, respeitando as proporções de gênero, idade, faixa de renda e distribuição geográfica desse grupo. As entrevistas foram feitas ao longo de novembro de 2017. A margem de erro é de 2.2 pontos percentuais. O grau de confiança é de 95%.