MWC 201621/02/2016 às 19h39

Realidade virtual rouba a cena em anúncio de S7 e S7 edge

Fernando Paiva, de Barcelona

Na apresentação oficial do Galaxy S7 e S7 edge, novos smartphones top de linha da Samsung, o que mais chamou a atenção não foram os aparelhos em si, mas o esforço da fabricante em promover a tecnologia de realidade virtual (VR, na sigla em inglês). O auditório onde o evento foi realizado, neste domingo, 21, em Barcelona, tinha um palco rodeado por 5.250 cadeiras, todas com um exemplar do Gear VR, óculos da fabricante sul-coreana, em cima. Pela primeira vez, um smartphone foi apresentado por meio de um vídeo de realidade virtual.

Além do formato inédito de anúncio dos novos aparelhos, a Samsung apresentou a Gear 360, uma câmera com duas lentes opostas, cada uma com abertura de 180 graus, para a filmagem de vídeos em 360 graus – por sinal, a concorrente LG apresentou produto semelhante no mesmo dia em Barcelona. A ideia é popularizar a produção de conteúdo para ser visto com os óculos.

Para completar, um convidado surpresa: Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook. Como dono da Oculus, empresa parceira da Samsung na fabricação do Gear VR, ele subiu ao palco para incentivar a novidade. Disse que já há mais de 200 apps móvel para realidade virtual e que o pessoal do Facebook está trabalhando em novos títulos que usem a tecnologia e estimulem a interação social. "VR é a próxima plataforma. Hoje é focada em games e entretenimento, mas em breve vai mudar a forma como vivemos, trabalhamos e nos comunicamos. VR será a mais social das plataformas", previu Zuckerberg.

Como parte da sua estratégia, a Samsung montou um stand na Plaza Catalunya, uma das principais praças de Barcelona, no qual a população é convidada a experimentar a simulação de um passeio de montanha russa usando o Gear VR. A localização foi escolhida a dedo: fica em frente à Apple Store de Barcelona.

S7 e S7 edge

Quanto aos novos smartphones da Samsung, a grande novidade é o fato de serem resistentes a água e poeira com certificado IP68, o que permite serem submersos por até meia hora a um metro de profundidade. Para tanto, são selados por dentro. Outro diferencial é terem o display sempre aceso, para exibição das horas e de informações importantes, como chamadas perdidas – outra novidade que a LG também incluiu no G5 lançado no mesmo dia, algumas horas antes.

A câmera ganhou uma abertura melhor, de f1.7, e tecnologia dual pixel, que aprimora as fotos em ambientes com baixa luminosidade. Contudo, a resolução da câmera traseira diminuiu se comparada com seu antecessor S6: são 12 MP em vez de 16 MP. A frontal tem 5 MP.

O S7 tem tela de 5,1 polegadas (super AMOLED, com 577 ppi), Android 6.0, 4 GB de RAM, 32 ou 64 GB de memória interna, entrada para cartão microSD de até 200 GB, processador octacore (quatro núcleos de 2,3 GHz e quatro de 1,6 GHz), 3 mil mAh e antena LTE cat.9 (até 450 Mbps de download).

O S7 edge, por sua vez, tem como principal diferença o design, com as bordas laterais da tela curvadas. Foi desenvolvido um menu especial para ser acessível pela borda e que permite trabalhar com o telefone com uma só mão. As outras diferenças da versão edge são o tamanho da tela (5,5 polegadas) e a bateria de 3,6 mil mAh.

Os dois smartphones começam a ser vendidos no dia 11 de março. Antes, serão abertas as pré-vendas. Nos EUA, quem comprar os aparelhos antecipadamente receberá de brinde o óculos Gear VR.