Turismo21/03/2014 às 09h43

Produtora carioca cria áudio-guia sobre o centro do Rio para iPhone

Fernando Paiva

Áudio-guias são comuns dentro de museus. Mas que tal um áudio-guia para roteiros a céu aberto, instalado dentro do smartphone? Essa é a proposta do Polissonorum, app para iPhone criado pela produtora carioca mobContent, em parceria com a desenvolvedora Fourmix e com apoio do Cecid (Centro Experimental de Conteúdos Interativos Digitais).

Em sua primeira versão, lançada recentemente, o Polissonorum traz dois roteiros gratuitos e um pago do centro do Rio de Janeiro que podem agradar não apenas a turistas mas também a quem mora na cidade, pois destacam atrações alternativas. São roteiros para serem feitos a pé, cada um deles composto por quatro a dez áudios em português com cerca de dois minutos de duração contando um pouco da história de cada lugar. É como se fosse uma pequena matéria de rádio, feita com cuidado editorial pela equipe da mobContent a partir de entrevistas com pessoas relacionadas ao local retratado. Os roteiros podem ser baixados previamente para iPhone e ouvidos pelo usuário enquanto caminha – a execução do áudio pode ser controlada ativamente pelo usuário ou este pode receber passivamente notificações baseadas em sua localização quando chegar perto de uma atração. Cada arquivo de áudio tem cerca de 1 MB.

Um dos roteiros é sobre a"Rua Direita", como era chamada originalmente a Rua Primeiro de Março, uma das principais do centro da capital fluminense. Nele, há dez áudios sobre atrações como a Igreja da Candelária, o convento do Carmo, o Arco dos Teles e o Paço Imperial. Outro roteiro se chama "Temperos do Porto" e traz informações sobre restaurantes da zona portuária. O terceiro e até agora único roteiro pago é o "Porto Cultural", com dicas culturais da zona portuária carioca, que vem passando por um processo de revitalização. Seu download, composto por quatro áudios, custa US$ 1,99.

"O usuário recebe informações passadas pelas próprias pessoas das instituições e estabelecimentos comerciais. Isso transforma o seu olhar. A ideia é enriquecer essa experiência", descreve Marcos Ferreira, CEO da mobContent. O usuário é estimulado a compartilhar nas redes sociais conforme escuta os roteiros e recebe pontos por isso. A ideia é negociar a troca desses pontos por pequenos prêmios, como descontos em estabelecimentos comerciais presentes na região. O restaurante Imaculada, que faz parte do roteiro "Temperos do Porto", por exemplo, oferece desconto de 15% para quem ouvir os cinco áudios desse roteiro.

Além da venda de roteiros avulsos dentro do app, a mobContent pretende explorar outros dois modelos de negócios com o Polissonorum: a oferta de roteiros patrocinados e a customização do app para alguma marca. A ideia não é restringir o aplicativo ao Rio de Janeiro, mas abri-lo para outras cidades.

A mobContent planeja agora o desenvolvimento de uma versão para Android do Polissonorum. E também pensa em criar uma extensão para ambientes fechados, como museus, usando marcadores de Bluetooth Low Energy (BLE).