Transporte de passageiros22/01/2018 às 16h26

Cabify recebe aporte de US$ 160 milhões em rodada de série E

Da Redação

A Maxi Mobility, controladora do Cabify e da Easy, informou ter recebido um capital de US$ 160 milhões em uma avaliação de 1,4 bilhão. A nova rodada de investimento de série E teve dinheiro de Rakuten Capital, TheVentureCity, Endeavor Catalyst, GAT Investments, Liil Ventures, WTI e outros investidores da Espanha e América Latina, informa o site Tech Crunch.

O montante surge em um momento peculiar para as empresas de transporte na América Latina. Enquanto os governos tentam destravar a burocracia para trazer mais segurança aos passageiros e motoristas dos apps de transporte nas grandes capitais, as companhias estão se tornando unicórnios (firmas que valem mais de US$ 1 bilhão), expandindo seus serviços e suas tecnologias.

Da parte do governo, o texto do projeto de lei que regulariza os aplicativos de transporte e seus motoristas sofreu alteração no Senado e voltará para votação na Câmara dos Deputados. Enquanto isso, a cidade de São Paulo passou a executar a Resolução 16, que solicita aos motoristas treino, vistoria do veículo e documentos em dia para exercerem o trabalho.

Para se atualizar e poder rivalizar com as principais concorrentes no mercado de transporte com carros particulares no Brasil, Uber e 99, a Cabify apresentou na última semana grandes mudanças em seu app.

Expansão

A Cabify recebeu mais R$ 100 milhões em uma rodada série D no ano passado, além de ter comprado a Easy e expandido seu portfólio de corridas para táxis também. Outra que recebeu capital e que cresceu financeiramente foi a 99. O marketplace de corridas, que tem opção em táxi e carros particulares, foi adquirido recentemente pela chinesa Didi por R$ 960 milhões.