Smartphones23/08/2017 às 18h56

Samsung Galaxy Note 8 tenta deixar para trás fracasso do modelo anterior

Da Redação

A Samsung apresentou a nova edição de seu phablet top de linha, o Galaxy Note 8, nesta quarta-feira, 23. Em um evento transmitido de Nova Iorque, Estados Unidos, a fabricante busca se redimir do fracasso de sua versão anterior, o Galaxy Note 7, recolhida do mercado por uma falha que causava superaquecimento na bateria, o que gerava risco de incêndio. Esse problema trouxe um prejuízo de US$ 5 bilhões à empresa.

Para melhorar o relacionamento com o consumidor e voltar ao rumo de crescimento na linha mais inovadora de seu portfólio de celulares, a companhia sul-coreana enfatizou que submeteu o novo handset a uma série de novos requerimentos de segurança.

Uma pesquisa da Edelmann Intelligence sobre a família o Galaxy Note também foi apresentada pela companhia. Nela, 86% dos usuários dos phablets da Samsung dizem que gostam de seu aparelho, sendo que 83% sentem-se mais produtivos com o handset que tem a caneta S-PEN. A análise foi realizada em julho deste ano com 3.949 donos de handsets do portfólio Note nos Estados Unidos, Reino Unido, Coreia do Sul e Cingapura.

Além disso, sites internacionais afirmam que os clientes norte-americanos que compraram o Note 7 terão um desconto de US$ 425 na compra do Note 8. A promoção vale apenas para os Estados Unidos. O consumidor poderá manifestar o desejo de receber o desconto na pré-venda do dispositivo que começa na madrugada desta quinta-feira, 24.

Vale lembrar que o Galaxy Note 7 não chegou a ser vendido no Brasil. O recall foi aplicado antes que o produto chegasse às lojas online e ao varejo físico do País.