Mensageria25/01/2018 às 14h55

Apple abrirá iMessage para empresas

Fernando Paiva

A Apple também entrará no concorrido mercado de mensageria móvel corporativa. A próxima atualização do iOS, a 11.3, prevista para este semestre, terá entre as suas novidades uma ferramenta chamada "Business Chat", que estará integrada ao seu serviço de gerenciamento de mensagens, o iMessage. Será uma forma de consumidores contactarem representantes de marcas e trocar mensagens com eles diretamente pelo iMessage.

Segundo a Apple, a ferramenta não compartilhará os dados do usuário com as empresas. Ou seja, aparentemente caberá ao consumidor fazer o primeiro contato e ter o controle de revelar ou não seus dados pessoais para a empresa em questão. Além disso, terá também a possibilidade de bloquear a conversa a qualquer momento.

Algumas marcas que atuam nos EUA estão confirmadas entre as primeiras a terem acesso a esse novo canal: Discover, Hilton, Lowes e Wells Fargo. O modelo de negócios, contudo, não foi divulgado.

Análise

A Apple é mais uma gigante da Internet a entrar no cobiçado mercado de mensageria corporativa, para concorrer, de certa forma, com Facebook Messenger, WhatsApp, RCS (padrão que tem o apoio do Google) e SMS. Hoje, quem faz dinheiro efetivamente com esse mercado são as operadoras móveis e seus integradores homologados, através da oferta do SMS corporativo. Apesar de o SMS ser visto como um canal antiquado e de poucos recursos, ele tem uma vantagem que nenhum outro tem: sua universalidade. Ou seja, com SMS é possível se comunicar com qualquer telefone móvel do planeta. Os demais dependem de ter um app instalado e de conexão à rede de dados.