MVNOs30/10/2017 às 10h07

America Net investirá R$ 30 milhões em cinco anos em operadora móvel virtual

Fernando Paiva

A operadora America Net, hoje especializada em telefonia fixa, Internet e transmissão de dados para o mercado corporativo, vai investir cerca de R$ 30 milhões ao longo dos próximos cinco anos em seu projeto para ser uma operadora móvel virtual (MVNO, na sigla em inglês). Com um contrato para utilizar a rede da TIM e uma licença da Anatel para operar como uma MVNO autorizada, a America Net promete lançar seus serviços móveis no início de 2018.

A estratégia da empresa é aproveitar a sua estrutura comercial, técnica e de rede em telecomunicações para se tornar uma MVNO com abrangência nacional e focada no mercado corporativo, oferecendo mobilidade para a sua carteira atual de clientes. “Já temos os sistemas legados que uma operadora de telecom precisa. Saímos na frente nesse aspecto. Não vamos começar do zero”, comenta José Luiz Pelosini, vice-presidente da America Net. A empresa tem hoje 12 mil quilômetros de fibra óptica espalhados pelo Brasil.

O executivo promete trazer uma oferta inovadora em mobilidade corporativa, mas não antecipa detalhes. “As receitas das operadoras fixas estão caindo. As móveis estão perdendo espaço para as OTTs. Nossa ideia é focar em oferecer soluções inovadoras com mobilidade. Queremos estar sempre um passo à frente. A America Net procura sempre se reinventar a cada cinco anos”, comenta Pelosini.

Para tocar a operação da MVNO, a America Net contratou a executiva Flávia Pollo Nassif, que atua há 20 anos no setor de telecom, tendo passado por Telefonica Vivo, GVT e Triad Systems.

Ainda não está definido se o nome America Net será mantido para a operação móvel. “Estamos decidindo isso. Mas entendemos que nossa marca é muito forte no mercado corporativo, sendo associada a qualidade e inovação”, comenta Nassif.