Artigo31/05/2017 às 08h43

O que é a realidade aumentada corporativa?

Glenn Johnson, da Magic Software

A definição de "realidade aumentada corporativa" é bastante simples: trata-se de sobreposição de informações digitais de sistemas empresariais integrados sobre o ambiente dos usuários em tempo real, geralmente através de sobreposições fotográficas ou mapas. Isso difere da realidade virtual que retrata ambientes totalmente artificiais.

Este mercado vem crescendo e já conta com uma associação do setor, a Augmented Reality for Enterprise Alliance (AREA).

A maioria dos leitores já está familiarizada com inúmeras de suas aplicações. Por exemplo, pegue o seu smartphone, digite “café” nos mapas do Google e escolha a opção de menu “satélite” e você verá ícones para as empresas de café sobrepostas na imagem de satélite da área em volta de sua localização atual. A imagem de satélite é uma fotografia da realidade, os ícones do café e nomes comerciais aumentam essa realidade, dando-lhe uma ideia de onde você pode encontrar essas empresas.

Mas, a Realidade Aumentada para os negócios envolve muito mais do que apenas mapear sobreposições de locais comerciais.

Agora, imagine que você é o gerente de vendas regional de uma grande rede de cafeteria. Com a integração em tempo real para dados com o POS você pode ver cifrões pulsando em cada local que aumenta ou diminui de tamanho com base no volume de vendas por hora.

Para ser qualificada como Realidade Aumentada Corporativa, três componentes precisam estar presentes no aplicativo.

1 - Você precisa de integração com os sistemas de back-end da empresa. Isso é o que a torna corporativa;

2 - Você precisa ser capaz de usar o aplicativo em seu ambiente de negócios no mundo real. Esse ambiente pode ser um sistema de metrô, uma linha de montagem ou uma prateleira de armazém, mas ele precisa ser representado visualmente como parte do mundo real. Isso é o que faz a realidade;

3 - Você precisa melhorar essa realidade, adicionando artificialmente através de representação gráfica, realce fotográfico, a sinalização acústica, ou outros meios virtuais, uma maior consciência, uma compreensão mais profunda ou uma descrição mais rica e experiência do contexto reforçada. Isso é o que faz com que seja virtual.

A integração se tornou essencial para a criação de realidade aumentada nas empresas. Aplicativos móveis e aplicativos desktop concebidos para proporcionar realidade aumentada corporativa irão se beneficiar de plataformas que estejam firmemente enraizadas na entrega de experiências multicanais de informações e processos empresariais. À medida que o mundo dos jogos traz a realidade aumentada ao conhecimento dos decisores empresariais, pode-se esperar que a demanda por realidade aumentada corporativa conduza à evolução de novos mercados e soluções de tecnologia que só agora estão começando a surgir.

Glenn Johnson é vice-presidente sênior da Magic Software