Carros autônomos31/08/2017 às 14h04

Satélite será primordial para a conectividade dos automóveis no futuro

Fernando Paiva

A rede celular de quinta geração (5G) será usada para a comunicação entre veículos no futuro (V2V), mas não dará conta sozinha de toda a necessidade de conectividade por parte dos automóveis. A abrangência da sua cobertura provavelmente será um problema, opina o diretor de engenharia da Caoa, Marcos Lemos. Para o executivo, será preciso usar também conexão via satélite, para que os automóveis consigam se comunicar com a Internet de qualquer ponto do planeta. Na prática, a 5G será usada para a comunicação entre veículos e sistemas de trânsito nas grandes cidades, enquanto o satélite será necessário em estradas e no interior.

“O satélite tem a vantagem do seu alcance, que é praticamente ilimitado. Além disso, seu preço vem caindo e a tendência é aumentar a velocidade de dados”, comentou executivo, durante palestra no Congresso Latino-americano de Satélites, seminário realizado nesta quinta-feira, 30, no Rio de Janeiro.

Por outro lado, o mercado terá que enfrentar um enorme desafio no que diz respeito à padronização internacional da comunicação entre veículos, algo essencial para os carros autônomos. “Se cada país, ou governo, ou montadora quiser criar o seu padrão, não vai vingar”, alertou Lemos.