7 smartphones

Um recorte com 4,5 mil usuários da classe C e D revelou uma oposição entre posse de celular e receita familiar, uma vez que 66% deles têm renda inferior a R$ 1 mil, mas 58% possuem celular com valor superior a R$ 2 mil. A análise feita pela Go2Mob com a assessoria de imprensa FirstCom, revela que 47,5% querem trocar de handset nos próximos 12 meses e 41% dos entrevistados trocaram de celular em 2020.

Entre aqueles que desejam trocar de celular, Samsung é a marca favorita para 40%, seguida por Motorola e Xiaomi com 17% cada e Apple, com 14%. Dos consumidores que compraram smartphones, metade (49%) adquiriu Samsung ante Motorola (21%), Xiaomi (7%) e Apple (6%).

Feita no dia 18 de maio deste ano, a análise contou com questionário online para usuários de todo o Brasil. Ao Mobile Time, a equipe da FirstCom informou que o estudo não tem validade estatística, por isso consideram o estudo “um recorte” das classes C e D.