O Distrito Federal contará com a tecnologia de reconhecimento facial para a segurança pública. Segundo a Lei nº 6.712, sancionada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) e publicada nesta quarta-feira, 11, no Diário Oficial do DF, a tecnologia só poderá ser utilizada em equipamentos e espaços públicos, com placas que informem a existência do sistema.

De acordo com o texto, de autoria do deputado distrital Hermeto (MDB), o sistema vai analisar as características faciais para a identificação de indivíduos em imagens estáticas ou em vídeos. As informações geradas devem ser revisadas e validadas por um agente público antes de qualquer ação. Esses dados podem ficar armazenados por até cinco anos.

Mobi-ID

O uso responsável e seguro de reconhecimento facial será tema de palestra na terceira edição do Mobi-ID, seminário sobre o mercado de identificação e autenticação digitais, que este ano acontecerá em formato digital. O evento contará também com apresentações sobre biometria vocal, assinatura eletrônica, identidade digital descentralizada, dentre outros temas. Há participantes confirmados de empresas e instituições como Brasilprev, Denatran, Visa, Wavy, dentre outros.

A programação do evento e mais informações estão disponíveis no site www.mobi-id.com.br ou com a equipe do Mobile Time: eventos@mobiletime.com.br / 11-96619-5888 / 11-3138-4619 (WhatsApp).