Prêmio Seleção
Mobile Time

No ano passado, o prêmio Seleção Mobile Time teve como tema iniciativas que usassem a tecnologia móvel no combate ao novo coronavírus ou aos impactos sociais, econômicos e de saúde decorrentes da pandemia. O grande vencedor foi o projeto Missão Covid, que conecta médicos voluntários a pessoas com sintomas da doença para consultas através de videoconferência via WhatsApp.

Este ano, o prêmio volta à sua origem, com o objetivo de destacar as iniciativas mais inovadoras usando tecnologia móvel no Brasil. Como pré-requisitos, as iniciativas selecionadas precisam ter sido lançadas no País; usar o smartphone, tablet, wearable ou assistente de voz como interface e/ou a rede móvel para coleta ou tráfego de dados; e ter sido notícia no Mobile Time entre 1º de janeiro de 2020 até 31 de março de 2021.

De um total de mais de 3 mil matérias publicadas no referido período, a equipe editorial do site escalou a Seleção Mobile Time com 11 finalistas ao prêmio, levando em conta como critérios a inovação e a relevância para o mercado brasileiro.

Os finalistas agora passam por uma votação popular e pela análise de um júri especializado, incluindo jornalistas de tecnologia de diferentes veículos. Haverá dois vencedores: um para a iniciativa com maior votação popular e outro para aquela mais bem avaliada pelo júri. Eles serão conhecidos na noite de 11 de maio, durante a 20ª edição do Tela Viva Móvel e divulgados na mesma data no site do Mobile Time.

Agora é a sua vez de escolher o melhor! Veja o vídeo abaixo com os finalistas, leia a descrição de cada iniciativa, se aprofunde através das matérias indicadas pelo Mobile Time e dê o seu voto! A votação será encerrada no dia 7 de maio! Atenção: é permitido apenas um voto por endereço de email.

Hors-concours

Excepcionalmente na edição deste ano de 2021, a organização do prêmio Seleção Mobile Time decidiu conceder um troféu para uma iniciativa “hors-concours”. Trata-se da iniciativa do PIX, serviço de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central.

O Brasil é um dos pioneiros no mundo na implementação de uma plataforma nacional e interoperável de pagamentos instantâneos controlada pelo seu Banco Central, com a participação obrigatória de todos os grandes bancos e com forte adesão da população.

Em cinco meses de operação, o PIX conseguiu atrair 76 milhões de pessoas e 5 milhões de empresas a cadastrarem suas contas bancárias e/ou de pagamentos, e registrou mais de 1 bilhão de transações que movimentaram R$ 787 bilhões.

Vale mencionar também o caráter colaborativo do processo de construção do PIX, por meio de um Fórum de Pagamentos Instantâneos criado pelo Banco Central e aberto à participação de representantes do setor financeiro e de pagamentos. Sem dúvida, a participação dos diversos atores desse mercado foi fundamental para assegurar o sucesso da iniciativa.

Mobile Time acompanhou o PIX desde que ainda era uma ideia dentro do Banco Central, antes mesma da implementação do Fórum de Pagamentos Instantâneos, ciente do potencial impacto que tal iniciativa teria no mercado se bem implementada. Além da cobertura jornalística, convidamos representantes do BC para participarem do seminário Mobishop desde a sua primeira edição, em 2018, para explicarem o projeto do PIX.

Por tudo isso, o Banco Central recebe este ano o troféu “hors-concours” do Prêmio Seleção Mobile Time.