Bancos, teles, governos: em quem confiar seus dados pessoais?

Empresas dos mais variados segmentos possuem nossos dados pessoais: operadoras de telefonia, bancos, varejistas etc. Em quais delas os brasileiros mais confiam para cuidar dessas informações?

Para investigar o assunto, a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box entrevistou 2.096 brasileiros que têm smartphone.

Perguntamos: Em uma escala de 1 a 5, em que 1 é 'desconfio completamente' e 5 é 'confio completamente', o quanto você confia que as seguintes empresas gerenciam corretamente os seus dados pessoais:

a) Bancos b) Operadoras de telefonia c) Distribuidoras de energia elétrica d) Redes sociais e) Sites/apps de comércio eletrônico f) Serviços online de governos municipais, estaduais e/ou federais

Os bancos ficaram  em primeiro lugar.  56% dos entrevistados deram notas 4 ou 5, enquanto apenas 14% marcaram 1 ou 2.

As redes sociais são aquelas com pior impressão junto à população: apenas 25% deram notas 4 ou 5, enquanto 38% marcaram 1 ou 2.

Os serviços governamentais, as distribuidoras de energia e os sites de comércio eletrônico registraram percentuais de confiança um pouco melhores que de desconfiança.

E as operadoras de telefonia geram mais desconfiança que confiança na gestão de dados pessoais: 28% confiam e 36% não confiam.

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box foi realizada entre 20 e 27 de outubro de 2021. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!