Com que idade a criança brasileira ganha um smartphone?

A pandemia aumentou o consumo de conteúdo digital e isso aconteceu também entre as crianças brasileiras. Para acessar aulas online, muitas recorreram ao smartphone dos pais.

Mas qual é a proporção de crianças brasileiras que têm acesso a esse dispositivo? E quantas têm um smartphone próprio? A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box investigou isso.

Entrevistamos 1.962 pessoas que possuem smartphone e que têm filhos de até 12 anos. Perguntamos: "A respeito do uso de smartphone pelo seu filho(a), você diria que…”

a) Ele(a) não tem smartphone e nem utiliza o meu b) Ele(a) não tem smartphone mas eu deixo usar o meu c) Ele(a) tem um smartphone próprio

das crianças de 0 a 12 anos filhas de pais com smartphone possuem um aparelho próprio.

49

%

não têm smartphone próprio, mas usam o dos pais. E 18% não têm e nem acessa o dos pais.

33

%

Desde a mais tenra idade, as crianças têm contato com a tecnologia.  Na faixa de 0 a 3 anos, 44% não usam celular; 44% acessam o dos pais; e 12% já têm um aparelho próprio.

A posse aumenta conforme a idade. Na faixa de 9 a 12 anos, 79% têm smartphone próprio; 15% não têm, mas usam o dos pais; e apenas 6% seguem sem acesso a esse dispositivo.

É entre 7 e 9 anos, que a maioria das crianças ganha seu primeiro smartphone. Nessa faixa, 59% já têm smartphone próprio; 33% usam o dos pais e 8% não acessam esse dispositivo.

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box foi realizada entre 15 e 23 de setembro de 2021. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!