HughesNet leva Internet para os confins do Brasil

Nos últimos anos, provedores de Internet de pequeno porte interiorizaram a fibra óptica no Brasil, espalhando o serviço de banda larga pelo País.

No entanto, mesmo assim, ainda há muitos locais remotos aonde a fibra não chega. Para esses lugares, a solução reside na Internet por satélite.

Uma das empresas que atua com banda larga via satélite no Brasil é a Hughes, com o serviço HughesNet.

Hoje, o HughesNet atende a 220 mil assinantes no Brasil.

Cada ponto de acesso via satélite serve, em média, a 4 pessoas. Isso significa mais de 800 mil pessoas acessando a Internet pelo HughesNet no País.

A conectividade transforma a vida das pessoas, mesmo em áreas remotas. Uma indígena do Amazonas chamada Cunhaporanga virou uma influenciadora digital.

Ela conquistou 6,5 milhões de seguidores no TikTok com vídeos sobre a rotina em sua aldeia. Sua conexão à Internet é pelo HughesNet.

A má notícia é que a capacidade dos satélites do HughesNet para o Brasil já está lotada.

A boa notícia é que um novo satélite chamado Júpiter 3 será lançado em 2023, com capacidade nova para o serviço.

Leia mais notícias sobre banda larga sem fio no Mobile Time!