O problema do spam no WhatsApp

dos internautas brasileiros com smartphone têm o WhatsApp instalado. Essa enorme base atrai a atenção das empresas.

99

%

É cada vez mais comum o uso do WhatsApp como canal de comunicação com o consumidor. Isso é feito tanto por grandes marcas quanto por pequenos estabelecimentos comerciais.

dos usuários brasileiros do WhatsApp declaram que se comunicam com marcas pelo app de mensageria.

78

%

A proporção é maior nas classes A e B: 86% conversam com marcas no WhatsApp, ante 77% daqueles nas classes C, D e E.

Também há maior incidência entre os jovens de 16 a 29 anos:

82

%

O problema é que cresce também o uso desse canal para o envio de spam de vendas, ou seja, publicidade encaminhada por pessoas ou empresas desconhecidas.

75% dos usuários do WhatsApp declaram que já receberam "mensagens de pessoas tentando vender produtos ou serviços de empresas para as quais não haviam compartilhado seu número telefônico”.

A proporção de 75% é a mesma independentemente do gênero, faixa etária ou classe social. Trata-se de um problema que o WhatsApp precisa combater.

Os dados fazem parte da mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensageria móvel no Brasil, realizada entre 12 e 20 de janeiro de 2022.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!