Pais e filhos e smartphones

Para entreter os filhos pequenos, muitos pais emprestam seu smartphone. Mas acidentes acontecem…  Quantos já tiveram o aparelho quebrado pelas crianças?

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box entrevistou 1.962 pais que possuem smartphone e que têm filhos de até 12 anos. Perguntamos: Seu filho(a) já quebrou seu celular alguma vez?

responderam que sim. O problema aconteceu mais vezes em famílias das classes C, D e E (36%) que entre aquelas das classes A e B (25%).

33

%

Outro problema é quando as crianças pegam o smartphone dos pais sem pedir. Perguntamos: Seu filho(a) já pegou seu celular escondido, sem a sua autorização?

informam que seus filhos já pegaram seu smartphone escondidos. A incidência é maior entre mães (36%) que entre pais (31%).

34

%

É mais comum um menino (35%) que uma menina (32%) pegar o smartphone dos pais escondido.

Atualmente, nas famílias brasileiras cujos pais têm smartphone, 49% das crianças até 12 anos têm um smartphone próprio.

Entre as crianças com smartphone, 71% têm uma linha móvel própria dentro do aparelho. O percentual cresce conforme a idade e chega a 79% no grupo de 10 a 12 anos.

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box foi realizada entre 15 e 23 de setembro de 2021. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!