Por que presentear uma criança com um smartphone?

O smartphone virou objeto de desejo das crianças. Elas ganham o aparelho de presente cada vez mais jovens. O que leva os pais a atenderem esse pedido? A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box investigou isso.

Entrevistamos 1.962 pais que têm smartphone e cujo filho tem até 12 anos. Perguntamos:  Seu filho(a) já pediu alguma vez para ganhar um smartphone de presente? 72% responderam SIM.

O smartphone é desejado desde a mais tenra idade. Na faixa etária de 0 a 3 anos, 28% já pediram o aparelho de presente.

A vontade de ter um smartphone cresce conforme a idade. No grupo de 9 a 12 anos, 94% das crianças já pediram esse aparelho de presente.

Quem ou que mais influencia as crianças a quererem um smarphone, na opinião dos pais?

Para 39%, a culpa é dos amigos. E para 21%, da publicidade. 19% citam irmãos e primos. E 12%, eles próprios, os pais.

Entre as principais razões para dar um smartphone para o filho estão: estudo (58%); entretenimento (57%); comunicação com os pais (54%) e comunicação com parentes e amigos (40%).

Entre os pais que não deixam o filho usar smartphone, o principal motivo alegado é que atrapalha o seu desenvolvimento (66%), seguido pelo risco de exposição a conteúdo inadequado (36%).

A pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box foi realizada entre 15 e 23 de setembro de 2021. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!