Você já pegou um empréstimo através do celular?

É cada vez mais comum a oferta de empréstimos pessoais através de apps de bancos, fintechs e financeiras no Brasil.

De um ano para cá, subiu de 25% para 32% a proporção de brasileiros com smartphone que já contrataram empréstimo através de um app ou  site móvel.

A prática é mais comum entre homens (34%) que entre mulheres (30%).

Por idade, a incidência é maior no grupo de 30 a 49 anos (35%) que entre jovens de 16 a 29 anos (29%) ou entre aqueles com 50 anos ou mais (29%).

Na análise por classe social, 33% das pessoas das classes C, D e E já pegaram dinheiro emprestado via app, ante 27% daquelas das classes A e B.

Pouco mais da metade (55%) das pessoas que já contrataram empréstimo pelo celular pegaram um valor entre R$ 1 mil e R$ 9.999 da última vez.

fizeram um empréstimo menor, em um valor entre R$ 100 e R$ 999.

25

%

Uma minoria (5%) contratou um valor abaixo de R$ 100, o chamado microcrédito.

E apenas 15% recebeu empréstimos acima de R$ 10 mil.

O valor também varia de acordo com a idade e com a classe social. Quanto mais jovem, menor o valor, por exemplo.

E nas classes A e B, 34% pegaram empréstimos acima de R$ 10 mil da última vez, ante 12% nas classes C, D e E.

Os dados são da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre pagamentos móveis e comércio móvel, de abril de 2022.

Quer ler o relatório na íntegra? Baixe no site do Mobile Time!