Mensageria02/07/2015 às 12h37

WhatsApp: 64% de seus usuários no Brasil experimentaram chamadas de voz

Fernando Paiva

Depois de provocar uma queda no tráfego de SMS peer to peer (P2P), o WhatsApp pode gerar um impacto também nas receitas de voz das operadoras móveis. Na pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: WhatsApp X Messenger X SMS, pela primeira vez foi medido que tipo de conteúdo (texto, foto, vídeo, emojis, mensagem de áudio e chamada de voz) os internautas brasileiros mais usam dentro do WhatsApp e do Facebook Messenger. A pergunta foi aplicada apenas entre os chamados usuários únicos mensais (MAUs, na sigla em inglês), ou seja, aqueles que usaram esses apps pelo menos uma vez nos últimos 30 dias. No WhatsApp, 63,8% disseram que já experimentaram o serviço de chamada de voz. No Facebook Messenger, foram 21,9%.

O percentual no WhatsApp surpreende, já que o serviço está disponível para Android e iOS há poucos meses. Cabe lembrar que o WhatsApp é disparado o aplicativo mais popular no Brasil, sendo o mais frequentemente encontrado na home screen do brasileiro e sendo apontado por mais da metade dos usuários como o aplicativo que escolheriam se pudessem instalar apenas um em seus aparelhos – conforme indicou pesquisa anterior de MOBILE TIME e Opinion Box.

Foi apurada também a percepção do usuário brasileiro quanto à qualidade da chamada de voz via WhatsApp. Aqueles que disseram utilizar o serviço foram convidados a dar uma nota de 1 a 5, onde 1 é péssimo e 5 é excelente. O resultado foi positivo: 33,6% deram nota 4 e 18,5%, nota 5. Apenas 4,7% deram nota 1 e 15%, nota 2. O restante (28,1%) deram nota 3. É provável que a maioria tenha avaliado com base na experiência dentro de redes Wi-Fi, já que em testes feitos pela equipe de MOBILE TIME foram constatados problemas quando o serviço é usado em redes 3G.

Nesta pesquisa foram entrevistados 1.268 internautas brasileiros, respeitando as proporções por sexo, faixa etária, renda familiar mensal e distribuição geográfica desse grupo no Brasil. Ou seja, é uma pesquisa com validade estatística dentro do universo de pessoas que acessam a Internet, grupo que representa metade da população brasileira. A margem de erro é de 2,8 pontos percentuais.

Emojis, fotos e vídeos

Conforme noticiado na primeira matéria da série de reportagens com os resultados dessa pesquisa, 96,4% dos internautas brasileiros são usuários mensais de WhatsApp e 81,8%, de Facebook Messenger. Com esses dois grupos, a pesquisa procurou detalhar que tipo de conteúdo os usuários mais costumam trocar dentro dos aplicativos. Pelos resultados, ficou claro que o WhatsApp é usado de maneira mais multimídia que o Messenger, cujos usuários ficam mais concentrados na troca de mensagens de texto.

No WhatsApp, os resultados foram os seguintes: mensagens de texto (98,1%); imagens (93,1%); vídeos (83,7%), mensagens de áudio (81,3%); emojis (61,5%).

E no Messenger: mensagens de texto (96,9%); imagens (73,5%); emojis (44,4%); vídeos (40%) e mensagens de áudio (28,2%).

Esta é a segunda matéria sobre os resultados da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: WhatsApp X Messenger X SMS. Ao longo dos próximos dias, outros resultados serão divulgados.