Fintechs05/02/2018 às 18h59

Fintech Asaas e Sebrae firmam parceria para oferecer serviços a MEIs de Santa Catarina

Isabel Butcher

O Asaas, de Joinville, é uma plataforma de gestão de cobrança e pagamentos voltada para profissionais informais (sem CNPJ) e microempreendedores individuais. Ao abrir uma conta na fintech, esses empresários de pequeno porte, que muitas vezes são rejeitados pelos grandes bancos, passam a aceitar cartões de crédito, a emitir boletos bancários e notas fiscais. O Asaas e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de Santa Catarina uniram-se para oferecer o serviço de cobrança com desconto de 20% para MEIs que abram suas contas via Sebrae. Para cada abertura de conta via Sebrae-SC, a instituição recebe uma comissão (não divulgada).

Para se cadastrar é preciso ir a algum posto do Sebrae-SC e um gerente auxiliará o MEI a abrir uma conta digital no Asaas. Na plataforma, o desconto está disponível apenas na opção “pague pelo uso” e o serviço, que custa normalmente R$ 6,96, ficará em R$ 5,57 via Sebrae-SC. O valor só é cobrado caso o boleto seja pago pelo cliente. Uma vez a conta aberta, o empresário poderá gerar os pagamentos via aplicativo (Android).

A fintech

Hoje, a Asaas, conta com cerca de 6 mil clientes distribuidos em mais de 700 segmentos de negócios. São aceitos todos os níveis de empreendedores na plataforma, inclusive os informais que não possuem CNPJ. Eles geram um plano de comunicação de cobrança que vai desde 30 dias antes da data do pagamento até cinco semanas depois. “Reduzimos em 50% a inadimplência para os nossos clientes”, conta Contezini.

A expectativa é de que, até o fim de 2018, o Asaas tenha 13 mil clientes ativos em sua plataforma. “Nosso sonho é que, com o Sebrae, a gente encerre dezembro com 26 mil clientes”, resume um dos fundadores e CEO do Asaas, Piero Contezini. Além disso, ele torce para que a aliança regional se torne nacional: “Caso a oferta deste serviço permita que o Sebrae-SC gere uma renda significativa e eles vejam que houve evolução, nós já estamos com o contato do Sebrae Nacional para oferecermos esse serviço para todo o País”, explica.