Música25/04/2018 às 18h29

Spotify

Henrique Medeiros

O Spotify (Android, iOS) atualizou seu aplicativo na última terça-feira, 24. Em teoria, a plataforma de streaming musical ganhou funções que apoiam seu usuário no cotidiano, seja ouvir e organizar listas de música, economizar com dados em redes móveis, design e acessar canções que seja realmente do gosto do internauta, mesmo aquele consumidor que utiliza o serviço gratuito.

Na prática, as novas funções pouco mudam a plataforma no primeiro momento, em especial para o usuário Android que tem seu uso bem limitado. É o caso da função Playlist sob Demanda. Essa ferramenta permite ao ouvinte organizar sua lista musical em 15 listas baseadas no seu gosto. Ele pode inclusive pular aquelas faixas que não quer ouvir. No entanto, ela só pula para a música adiante. Ao retornar para a faixa anterior, o app volta a veicular publicidade.

A Playlist Sob Demanda peca por funcionar com poucas listas. Quando é uma lista produzida pelo próprio usuário no Android, por exemplo, ele deve colocar em modo aleatório. O máximo que consegue fazer é ouvir uma prévia das canções. Por outro lado, se o mesmo acontece no iOS, o usuário – mesmo no serviço gratuito – continua livre para ouvir na sequência ou de forma randômica.

Além disso, ainda existem diferenças enormes entre o Spotify gratuito no iOS e Android. Por exemplo, a publicidade continua bem mais presente no Android do que no iOS. Outro ponto, os usuários do OS da Apple têm mais liberdade para mexer em seus perfis, como acompanhar seguidores, entrar em suas listas e ver as músicas. Algo que esperava na atualização para o Android.

Um diferencial positivo no update da plataforma musical é o botão ‘descurtir’ em uma música. Isto é uma ótima opção para a lista diária, a playlist descoberta da semana ou mesmo para ouvir a seleção legal de algum amigo, mas pode ter uma música ou outra que não desce.

Sistema operacional: Android e iOS

Preço: Gratuito com versão premium por R$ 16,90 por mês

Notícias relacionadas