WWDC 23 e1559593401820

Tim Cook, CEO da Apple, destaca o novo iPadOS para a plateia de desenvolvedores do WWDC

A Apple apresentou grandes novidades para seu ecossistema móvel: um sistema operacional para tablets, o iPadOS; a versão 13 do iOS; e a sexta versão do watchOS. As ferramentas e as atualizações da companhia foram anunciadas aos desenvolvedores Apple nesta segunda-feira, 3, no San Jose Convention Center, Estados Unidos, durante o WWDC 2019.

iPadOS

WWDC 21

Os tablets da Apple ganham uma variação do iOS para diferenciar sua experiência daquela dos iPhones. Agora, os iPads ganham um OS muito mais parecido com o MacOS, com funções de gerenciamento de downloads, suporte para cartões SD e pen-drives, organização de pastas em colunas e acesso às páginas desktop na web, porém sem perder a capacidade móvel, como Home Screen remodelada com novos widgets, uso de múltiplos arquivos e apps no modo multi janela, edição de texto com gestos de mãos, modo escuro e redução de latência no uso da Apple Pencil de 20 para 9 m/s.

WatchOS

WWDC 2

Em sua sexta edição, o sistema operacional para Apple Watches ganha acesso à App Store pela primeira vez. Agora, os usuários poderão baixar apps diretamente para seus relógios, sem a necessidade de tê-los pareados com seus iPhones, por exemplo. O OS também ganha novas faces customizáveis e aplicativos nativos, calculadora, gravador de voz, audiobooks e apps de saúde para alertar sobre locais com possíveis danos à audição, mostrar tendências em seus exercícios e acompanhamento de períodos menstruais para mulheres.

iOS 13 

WWDC 19

Por sua vez, o sistema operacional para iPhones ganha o tão aguardado Dark Mode (modo escuro, na tradução livre em português). Agora, os usuários poderão usar apps e navegar em seus handsets com baixa luminosidade na tela. O iOS 13 também apresenta novidades em edição de fotos e customização de emojis. A atualização do OS traz melhorias como atualizações de apps 50% menores e 60% mais rápidas que o iOS 12, além de abertura de apps duas vezes mais rápida. Tim Cook, CEO da Apple, informou que a base instalada da Apple tem 85% de seus usuários com a última versão do iOS 12, enquanto no Android Pie (9.0) são apenas 10%.

Sign in with Apple 

WWDC 10

Em segurança, a novidade foi o botão Sign-In With Apple, uma alternativa para pessoas que querem proteger suas informações em redes sociais. No lugar de assinar um serviço ou entrar em um app com login do Facebook e Google, a pessoa seleciona o botão da Apple e faz o acesso usando sua senha ou FaceID. Se um e-mail for pedido pelo serviço, o usuário pode optar por dar um e-mail randômico.

Outro detalhe da atualização do iOS 13 é a remodelação do Maps. Chegando até o final do ano para usuários dos EUA e em 2020 para outros países, o app de navegação teve 4 milhões de milhas (6,5 milhões de km na conversão) mapeadas com veículos em ruas e estradas com tecnologia Lidar (radar e laser). Nesta versão, o aplicativo ganha funções como lugares favoritos, coleção e o modo de rua em 3D.

MacOS

WWDC 33

Batizado de Catalina, o novo MacOS traz funções e integrações com os sistemas operacionais móveis da Apple. Agora, o iOS terá a função tempo de tela, por exemplo. Contudo, a principal novidade é a revitalização do iTunes, que vira três apps nos PCs: Apple Music, Apple Podcasts e Apple TV. O MacOS também ganha uma sincronização com iPad e iPhone mais simples, que ficará agora na barra de tarefas. Além disso, iTunes abre outras funcionalidades como e-mails e notas. Outras novidades são: uso do iPad com segunda tela do Mac, inclusive usando o Apple Pencil; controle de voz no iOS e Macs para pessoas com problemas de mobilidade com a possibilidade de controlar os dispositivos por completo usando apenas a voz; e função Find My que usa sinais de Bluetooth para achar Macs que estão perdidos.

Disponibilidade

Todos os sistemas operacionais estarão disponíveis para o usuário final no terceiro trimestre de 2019. Vale frisar: o MacOS Catalina funciona em Macs fabricados a partir de 2012; o iPadOS funciona em dispositivos a partir do iPad 2 Air, iPad Mini 4 e iPad da quinta geração; o WatchOS funciona em todos os relógios, mas o handset a ser pareado precisa um iPhone 6S ou acima e ter o iOS 13 instalado; e, como dito anteriormente, o iOS 13 chega para iPhones a partir do modelo 6S.