A nova edição do estudo sobre o uso de alto-falantes inteligentes nos Estados Unidos revela que 37% dos usuários escutam pelo menos duas horas de notícias por semana. A pesquisa foi elaborada pela Rádio Nacional Pública dos Estados Unidos com a Edison Research e ouviu 909 usuários com mais de 18 anos de idade e donos de aparelhos como Amazon Echo, Apple HomePod e Google Home.

O documento revela ainda que, entre os consumidores que compraram o dispositivo há mais de um ano, o alto-falante é a principal forma de ouvir áudios (26%) e fica à frente de smartphones e tablets (23%) e de smartphone conectado a um alto-falante bluetooth (21%). Na proporção com os usuários que compraram recentemente o equipamento, ouvir áudio por smartphone ainda é o mais comum (26%), em seguida surge o smart speaker (22%) e celular ligado a uma caixa bluetooth (19%).

Controle doméstico e crianças

Já os usuários que adotaram o dispositivo há um ano ou mais utilizam seus equipamentos para controlar dispositivos da casa (14%), conectar com smart speakers fora de casa (9%), ouvir uma piada (3%), ouvir música (1%) e jogar games (1%). Já os usuários que compraram recentemente se comunicam com os smart speakers para pedir comida (14%), ter informações do tráfego (11%), pedir receitas culinárias (11%), fazer ligações telefônicas (10%) e tocar podcasts (8%).

Quando o assunto se refere ao uso por crianças, 25% dos consumidores que têm filhos afirmam que os jovens usam os smart speakers para ajudar na lição de casa. Entre os comandos mais utilizados pelas crianças estão: ouvir música (55%), perguntas aleatórias (44%), pedir para ouvir uma piada (40%) e jogar algo (28%).

 

Comportamento e outros achados

Em relação ao estilo de uso, 38% dos consumidores que compraram os dispositivos recentemente disseram que o fizeram para diminuir o tempo olhando para uma tela; 73% marcaram “notícias e assuntos recentes” como o uso mais interessante em um smart speaker, 81% aceitam usar skills (funções de comando por voz) de marcas e empresas, e três em cinco pessoas que planejam comprar um segundo alto-falante inteligente querem adquirir o equipamento para ouvir mais notícias.

47% dos donos de dispositivos há menos de um ano dizem que usam o seu smart speaker com outras pessoas na sala e  33%, que seus filhos conversam com os equipamentos durante uma refeição. Entre aqueles que têm os dispositivos há mais de um ano, 29% dizem que compraram para substituir o tempo que veem TV e 28% escutam podcasts pelo menos uma vez por semana.

Quando questionados se usam os assistentes pessoais (Alexa, Google Assistant, Siri) nos dispositivos, 82% dos usuários novos dizem que sim e 72% dos consumidores antigos também responderam positivamente.

Jornada do consumidor

Nota-se que NPR e Edison Research apresentaram como é a jornada do consumidor em um smart speaker durante o dia. Entre 5h e 9h, a pessoa pede informações sobre trânsito, previsão do tempo e notícias do dia. Entre 9h e 17h, o consumidor ouve rádios AM/FM, faz a lista de compras e conclui seus pedidos. Entre 17h e 21h, o usuário pede comida, joga algo e busca por restaurantes ou negócios interessantes. E na reta final de consumo, entre 21h e meia-noite, a pessoa controla os dispositivos da casa, houve estórias curtas e audiobooks.