20190828 110420

Da esq. à dir: Luis Bonilauri (Accenture); Tiago Lessa (Globoplay); e Roberto Alves de Araújo (Jovem Pan)

O Globoplay (Android, iOS) ganhará uma versão internacional a partir de 2020. O OTT está em desenvolvimento pela equipe do app com o time da Globo Internacional. Sem poder revelar muitos detalhes sobre o seu atual estágio de desenvolvimento, Tiago Lessa, líder de marketing, inteligência e CRM do Globoplay, explicou que o produto é focado para o consumidor da emissora no exterior.

“Teremos um produto pensado para o brasileiro que está fora do Brasil. Ele está sendo trabalhado em conjunto com o time da Globo Internacional. A plataforma é a mesma (do Globoplay nacional), mas o conteúdo será diferente, pois nem todo conteúdo pode ser veiculado fora do País”, disse o executivo, nesta quarta-feira, 28.

“Acredito devemos lançar uma primeira versão em algum mercado no começo do ano que vem”, completou.

Desafios

Durante passagem pelo evento SET Expo, em São Paulo, Lessa afirmou que a próxima etapa para evoluir e atrair mais consumidores ao streaming é melhorar a relação com o seu espectador e mostrar os potenciais da plataforma, em especial nos conteúdos licenciados e originais (acessados apenas por meio de assinatura).

“O desafio do Globoplay é mostrar que é uma extensão do conteúdo Globo. Apresentar ao consumidor que a plataforma também tem conteúdo original que não está na grade e como serviço de SVOD ele vai encontrar tudo junto – conteúdo Globo, Globosat, licenciados Globoplay e originais Globoplay”, disse o líder do app.

Lessa ressaltou que um dos diferenciais da plataforma está no conteúdo qualitativo, ante os seus rivais que apostam na oferta por quantidades: “Temos qualidade de acervo, não é só a quantidade. Tem players que batem muito na quantidade, mas não adianta ter quantidade se não tem qualidade. Nós fazemos isso há muito tempo, mas agora a questão é se conectar com o brasileiro que não está acostumado. Esses novos consumidores que não têm relação afetiva com a Globo, como as gerações anteriores tinham”.

O líder de marketing, inteligência e CRM do Globoplay confirmou ainda que o Grupo Globo pretende ofertar mais pacotes no futuro, combinando o aplicativo de streaming com outros apps da companhia. Vale lembrar, a empresa já utiliza promoções desde o final de 2018, como Globoplay com Telecine.

Avanços

Em conversa com esta publicação, Tiago Lessa disse que o mobile “é importante para a estratégia do produto”. Explicou que mais da metade das visualizações de vídeos do Globoplay é feita por consumidores móveis, embora ressalte que a maioria ainda é em vídeos curtos, e as visualizações maiores dão-se em TVs.