O mercado global de smartphone tem um novo vice-líder. De acordo com relatório do segundo trimestre de 2018 da IDC, a Huawei assume a segunda posição do ranking das mais vendidas com 54,2 milhões de smartphones enviados ao varejo, um aumento de 41% ante os 38,5 milhões de handsets enviados um ano antes. O desenvolvimento do negócio deu-se com a liderança da companhia no mercado chinês (37% de market share) de handsets. Além disso, o forte resultado nas vendas dos smartphones P20 e P20 Pro contribuíram para a nova posição da companhia.

Com o resultado da companhia chinesa, a Apple caiu da segunda para a terceira posição entre os cinco principais vendedores de smartphones no mundo. A fabricante dos iPhones teve um leve aumento no envio de smartphones, 0,7%, ao passar de 41 milhões para 41,5 milhões. Esta é a primeira vez que a Apple sofre uma queda para a terceira posição. Ainda assim, a IDC acredita que a empresa norte-americana pode recuperar parte de seu mercado com o lançamento de novos handsets no terceiro trimestre de 2018.

Apesar de uma queda de 10,5% no envio de smartphones ao mercado, a Samsung se manteve na liderança do ranking com 71,5 milhões de celulares enviados ao varejo no segundo trimestre de 2018. Um ano antes, a fabricante dos smartphones Galaxy tinha mandado 80 milhões de dispositivos. Assim como reportado pela Samsung em seu relatório financeiro na última terça-feira, 31, o baixo movimento nas vendas do S9 e S9+ colaboraram para o recuo no envio total da Samsung ao mercado. A esperança da companhia recai sobre o lançamento do próximo Galaxy Note 9 que deve ser apresentado no dia 9 de agosto.

Balanço Huawei

Depois dos balanços financeiros da Apple – com crescimento de 20% na receita – e Samsung – com queda de 22% nas vendas mobile no segundo trimestre – a Huawei anunciou que gerou receita de 325,7 bilhões de renminbis (US$ 47,60 bilhões na conversão atual) durante o primeiro semestre de 2018, um aumento de 15% se comparado com o mesmo período do ano passado.

Outros 

Fecham o ranking da analista de mercado: a Xiaomi, com 32 milhões de handsets enviados, um incremento de 49% ante 21,4 milhões de smartphones, fruto da liderança no mercado indiano e aumento de vendas durante o Ramadã; e a Oppo, com 29,4 milhões de smartphones enviados ao varejo, um crescimento de 5,1% em relação aos 28 milhões no segundo trimestre de 2017.

No geral, a quantidade de smartphones enviados ao mercado caiu 1,8%, saindo de 348 milhões para 342 milhões no segundo trimestre de 2018, a terceira seguida na comparação ano a ano. A IDC acredita que o recuo é efeito de churn em alguns mercados altamente penetrados, embora mercados mais maduros deverão voltar a crescer.

Fabricante 2 Tri 18 Envios (milhões) 2 Tri 18 Market Share 2 Tri 17 Envios (milhões) 2 Tri 17 Market Share Ano a Ano
1. Samsung 71,5 20,90% 79,8 22,90% -10,40%
2. Huawei 54,2 15,80% 38,5 11,00% 40,90%
3. Apple 41,3 12,10% 41 11,80% 0,70%
4. Xiaomi 31,9 9,30% 21,4 6,20% 48,80%
5. OPPO 29,4 8,60% 28 8,00% 5,10%
Outros 113,7 33,20% 139,5 40,10% -18,50%
Total 342 100% 348,2 100.0% -1,80%