Ilustração: La Mandarina Dibujos

As operadoras vão faturar US$ 625 bilhões com serviços providos sobre redes 5G em 2027 no mundo, prevê a Juniper Research. Isso representará pouco mais que o dobro dos US$ 310 bilhões projetados para 2023 pela consultoria. A expectativa é de que o 5G responda por 80% da receita das teles móveis daqui a quatro anos.

O aumento do faturamento com 5G será impulsionado pela migração dos atuais assinantes para as redes de quinta geração e também por uma demanda nova oriunda de laptops e hotspots com eSIM embarcado. 

As redes móveis, portanto, vão abocanhar parte do tráfego de dados que hoje acontece em redes fixas e Wi-Fi, diz a Juniper Research. Em quatro anos, o volume de dados trafegados em redes móveis aumentará 180%, prevê a companhia. Isso obrigará as operadoras a investirem em novas tecnologias para aumentar sua capacidade, incluindo soluções com redes não terrestres (NTN) e o uso de frequências mais altas, próximas de 1 THz, antecipando um pouco do que virá com o 6G.